O preço médio do litro do diesel comum em Santa Catarina se manteve em R$ 5,99 nesta semana, o mesmo valor dos sete dias anteriores, segundo divulgou a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do Brasil (ANP,) nesta sexta-feira (22). O combustível já vinha de seis altas semanais seguidas e, apesar da estabilidade, deve ser pressionado por uma decisão recente da Rússia.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

O diesel S-10 recuou para R$ 6,08 (-R$ 0,02), depois de cinco altas semanais seguidas. Na média do país, o diesel comum ficou estável, mais uma vez a R$ 6,10, enquanto o S-10 subiu de R$ 6,20 para R$ 6,22.

Restrições da Rússia

O governo russo anunciou na quinta (11) restrições temporárias à exportação de gasolina e diesel para equilibrar preços internos, o que deve subir valores do mercado externo. No último mês de agosto, praticamente três de cada quatro litros (74%) de diesel importados pelo Brasil vieram da Rússia. Além disso, um terço do diesel que abastece os veículos brasileiros chega de fora do país.

Ainda que não seja importadora do combustível, a Petrobras pode se ver obrigada a também encarecer o diesel em suas refinarias, para suprir a defasagem de preços e evitar o desabastecimento no país.

Continua depois da publicidade

Isso ocorre porque importadores deixam de trazer diesel quando fica muito grande a diferença entre os valores de fora e os preços da estatal, que dita o ritmo do mercado brasileiro. A Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom) calcula hoje uma defasagem média de 15% (R$ 0,66 por litro).

Em setembro, o preço do diesel no Brasil já havia sido pressionado pela retomada parcial da cobrança de impostos federais (PIS/Cofins), no valor de R$ 0,11 por litro. Em outubro, serão acrescidos mais R$ 0,02.

Esses impostos estavam zerados desde 2021, por iniciativa do então ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). O presidente Lula (PT) prorrogou a isenção em janeiro, mas antecipou a reoneração parcial para financiar o programa de descontos na compra de carros populares zero quilômetro.

No mercado externo, também pesa contra os preços a maior busca pelo combustível com a chegada das estações frias no Hemisfério Norte e os cortes na produção de Rússia e Arábia Saudita.

Continua depois da publicidade

Gasolina e etanol têm leve queda

A gasolina comum e o etanol tiveram leve queda no preço médio em Santa Catarina em relação à semana anterior: indo a R$ 5,86 (-R$ 0,02) e R$ 4,42 (-R$ 0,01) por litro, respectivamente.

Já o GNV e o botijão de 13 quilos do gás de cozinha subiram. O primeiro deles é vendido agora a R$ 5,04 por m³ (+R$ 0,01), enquanto o segundo custa, em média, R$ 113,99 (R$ 0,75), segundo a ANP.

Leia mais

“Bolha de calor” afeta 11 Estados no fim de semana; veja em SC

Programa vai cobrar cifras bilionárias de impostos municipais, diz presidente do TJSC

Destaques do NSC Total