A poucos dias do segundo turno das eleições, nas ruas do Centro de Florianópolis a disputa entre os dois candidatos à presidência, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL), se materializou. Na manhã desta sexta-feira (28), o canteiro que separa o Terminal de Integração do Centro (Ticen) do Camelódromo foi tomado por dezenas de lulistas e bolsonaristas que, em busca de votos, “batalhavam” com bandeiras partidárias.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

Os grupos formaram uma espécie de cordão humano tornando impossível a quem passava por ali não ter que cruzar com um dos pelotões. Munidos de adesivos e santinhos, os apoiadores disputavam quem chegava mais rápido nas pessoas. Se o escolhido recusava o material de um dos candidatos, o feito era comemorado pelos rivais.

As abordagens variavam e até mesmo um microfone foi usado para divulgar as propostas do PT ao governo. Do lado Bolsonarista, o equipamento foi dispensado, mas a voz alta dos apoiadores era audível a metros de distância do local.

O mar de bandeiras focava muito nos números e fotos dos presidenciáveis. Em segundo plano, ficaram Décio Lima (PT) e Jorginho Mello (PL), que disputam o cargo de governador de Santa Catarina. O Estado é único no país que repete o duelo nacional PT x PL.

Continua depois da publicidade

Não havia viaturas da Polícia Militar ou Guarda Municipal de Florianópolis (GMF) no canteiro. Um carro da GMF estava próximo ao Mercado Público, o que já é usual.

O segundo turno das eleições ocorre neste domingo. A votação começa às 7h e se estende até 17h. Para votar é preciso apresentar um documento com foto. Quem não votou no primeiro turno, pode sim votar desta vez.

Saiba tudo sobre o segundo turno das eleições 

Leia também 

O que esperar dos dois últimos dias de campanha eleitoral em SC

Eleições 2022: o que está em jogo no 2º turno em SC

Aplicativo e-Título pode ser baixado ou atualizado até este sábado

Destaques do NSC Total