nsc
an

Crime

Duas pessoas são presas por suspeita de envolvimento na morte de ex-secretário em Major Vieira

Vítima foi morta com tiros à queima-roupa na tarde desta terça-feira

14/06/2022 - 21h00 - Atualizada em: 15/06/2022 - 06h09

Compartilhe

Camilla
Por Camilla Martins
Sérgio Roberto Lezan tinha 56 anos
Sérgio Roberto Lezan tinha 56 anos
(Foto: )

Duas pessoas foram presas na noite desta terça-feira (14), no interior da cidade de Papanduva, no Planalto Norte de SC, por suspeita de envolvimento na morte do ex-secretário de Obras de Major Vieira, Sérgio Roberto Lezan. Segundo a Polícia Civil, a dupla foi levada para a delegacia da cidade.  

Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

A vítima foi morta com tiros à queima-roupa na tarde desta terça-feira, no Centro de Major Vieira. Segundo a Polícia Militar, dois homens encapuzados que estavam em uma moto chegaram perto do ex-secretário e cometeram o crime. Em seguida, fugiram do local. 

Ao lado do prefeito Adilson Lisczkovski, Lezan teria feito o relato que originou a Operação Conta Zerada, deflagrada pelo Ministério Público em setembro.

Na época, a operação acabou com a prisão de duas pessoas que, segundo o MP, teriam desviado R$ 200 mil dos cofres públicos. 

Leia também

"Estava me esmagando", conta jovem atropelada na saída de festa em Joinville

Estudo estima Joinville com 822 mil moradores em duas décadas

O que fez casos de dengue "migrarem" para outros bairros de Joinville em 2022

Colunistas