nsc
    an

    Crime

    Dupla mata empresário e rouba moto em rodovia de Joinville

    A moto foi encontrada na manhã desta sexta-feira, a pouco mais de 10 quilômetros do local onde ocorreu o latrocínio

    27/12/2019 - 09h50 - Atualizada em: 27/12/2019 - 16h33

    Compartilhe

    Cláudia
    Por Cláudia Morriesen
    foto mostra rosto do homem que morreu, quando ainda estava vivo, sorrindo. trata-se de um homem loiro com óculos de grau azuis
    Sergio era proprietário de uma peixaria no bairro Aventureiro
    (Foto: )

    Um homem de 39 anos foi morto a tiros na noite de quinta-feira, 26, em Joinville. Sergio Kammholz pilotava uma moto CB 650 na rodovia SC-418, em Pirabeiraba, quando ele e a esposa, que estava no assento do carona, foram abordados por dois homens em um carro. Segundo a esposa, Lilian Gomes Alexandre Kammholz, ela havia pedido que ele parasse porque sentia câimbras e precisava esticar as pernas.

    No momento em que a moto parou, os dois homens os levaram para uma rua paralela. Ela contou à Polícia Militar que, lá, eles mandaram Sergio deixar a moto ligada na direção da SC-418, o conduziu até o mato pedindo dinheiro e, depois, atirou aproximadamente cinco vezes. Ao voltar para a rua, ordenaram que a mulher tirasse e entregasse o capacete. Um deles embarcou na motocicleta enquanto o outro fugiu no carro, ambos em direção a Joinville.

    De acordo com a Polícia Militar, os disparos atingiram Sérgio no rosto, no tórax e no braço. Lilian não sofreu ferimentos. A Polícia Militar foi chamada por moradores que ouviram o barulho dos tiros. O local foi isolado e a Polícia Civil e o IGP.

    Segundo a Polícia Rodoviária Federal, a moto foi encontrada na manhã desta sexta-feira no acesso da BR-101 à Rodovia do Arroz, na Zona Industrial Norte.

    foto mostra viatura da polícia rodoviária em primeiro plano e sofá amarelo jogado em área de vegetação ao fundo
    Moto estava escondida em área de vegetação de terreno baldio
    (Foto: )

    Sérgio era proprietário de uma peixaria no bairro Aventureiro. Ele será velado na Capela do Plano Prever, na rua Tuiuti, no Iririú, e depois será cremado.

    O delegado Eliezer Bertinotti, da Delegacia de Homicídios de Joinville, está investigando o caso. Ele é tratado como latrocínio (assassinato após roubo).

    Leia também:

    Jovem é morto em supermercado no dia do Natal em Joinville

    Mãe de criança morta em Joinville é assassinada no quintal de casa

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Polícia

    Colunistas