Um homem de 75 anos foi condenado depois de estuprar a própria esposa diversas vezes em Vidal Ramos, no Alto Vale do Itajaí. A situação foi descoberta em uma ida da vítima ao posto de saúde, onde ela relatou ao médico as dores que sentia na região íntima devido à prática contra a vontade dela. Lesões foram identificadas em exames e o boletim de ocorrência foi feito.

Continua depois da publicidade

Inscreva-se e receba notícias pelo WhatsApp do Vale do Itajaí

O Ministério Público, que fez a acusação, reforçou sobre o fato de que, mesmo que haja um relacionamento entre os envolvidos, forçar relações sexuais é crime. “A partir do momento em que a vontade da mulher não é respeitada, o ato sexual praticado sem consentimento é considerado estupro marital”, detalhou o órgão.

Foi o que aconteceu no caso de Vidal Ramos, entendeu a Justiça. O idoso foi condenado a 20 anos e cinco meses de reclusão por estupro contra a esposa, com quem estava casado há 51 anos. Houve um aumento de pena justamente pelo crime ter sido cometido contra a cônjuge e por ela ter mais de 60 anos (à época dos fatos, tinha 73).

O réu também terá de pagar R$ 50 mil à vítima por dano moral. Porém, pode recorrer da decisão em primeiro grau em liberdade.

Continua depois da publicidade

Violência contra mulher: quais os tipos e como denunciar

Destaques do NSC Total