nsc
    dc

    Startup Summit

    Economia criativa proporciona um cenário promissor para tecnologia em Santa Catarina

    O tema foi foco de um dos primeiros debates do Startup Summit 2019 em Florianópolis 

    15/08/2019 - 12h53 - Atualizada em: 16/08/2019 - 09h55

    Compartilhe

    Beatriz
    Por Beatriz Cerino
    Centro de Eventos Luiz Henrique da Silveira
    Evento acontece no Centro de Eventos Luiz Henrique da Silveira
    (Foto: )

    A criatividade e a inovação são reconhecidas como o maior valor das empresas, principalmente nos tempos em que a forma de consumo mudou e as novas gerações se preocupam com a formação de uma sociedade mais colaborativa e sustentável. Nesse cenário, o conceito de economia criativa se disseminou.

    — Estamos falando de criar uma experiência em cima de produtos, que sejam de vida ou emoções. É quando um chinelo de borracha deixa de ser apenas um modelo de sapato, por exemplo — explica Arthur Nunes, diretor da Vertical Economia Criativa da Acate.

    Em Santa Catarina, essa forma de atividade econômica está em expansão e proporciona um cenário promissor principalmente para empresas de tecnologia, que precisam se destacar num acirrado mercado nacional.

    — O objetivo é sermos reconhecidos além da produção de matéria prima, mas vendermos produtos que tenham valor em experiências — comentar Arthur.

    Um exemplo citado pelo diretor é em relação ao potencial desse conceito para o turismo, com a oportunidade de desenvolvimento de aplicativos que mapeiam trilhas ou restaurantes de cidades catarinenses.

    Credenciamento para o evento nesta quinta-feira
    Credenciamento para o evento nesta quinta-feira
    (Foto: )

    O desafio é sair da bolha

    Florianópolis se insere nesse cenário criativo ao lado do crescimento de startups e empresas de tecnologia que se destacam nacionalmente. Mas, enquanto os passos são largos na capital catarinense, municípios do interior enfrentam outra realidade.

    — Estamos numa bolha. Aqui em Floripa tem muita gente pensando nesse contexto, mas ainda temos cidades muito longe dessa realidade. Em Lages, por exemplo, já me deparei com questionamentos sobre o que é arquitetura, e fica muito mais difícil de falar em intervenção urbana. São regiões que ainda estão muito atreladas à vivências rurais — pontua Arthur.

    O cenário impõe um desafio para os objetivos do diretor, que prevê que a economia ainda pode ganhar muito com essa atividade.

    — Estamos promovendo eventos e espaços para esses debates na Acate, muito voltado à tecnologia, mas a ideia é abranger até mesmo setores do turismo e gastronomia, por exemplo — finaliza Arthur.

    Startup Summit

    Edição de 2019 aborda temas importantes para o Estado como a expansão do conceito de economia criativa
    Edição de 2019 aborda temas importantes para o Estado como a expansão do conceito de economia criativa
    (Foto: )

    O tema foi abordado pelo diretor da Vertical Economia Criativa no evento Startup Summit 2019, que reúne o universo da tecnologia no Centro de Eventos Luiz Henrique da Silveira, em Florianópolis.

    Na oportunidade, foi possível destacar os desafios e as tendências desse setor para incentivar esse desenvolvimento criativo. Além do diretor, outras palestras e ambientes de desafios estão mobilizando startups e empresas de tecnologia com essa mesma premissa.

    O Startup Summit é uma iniciativa do Sebrae. Para saber mais sobre o evento clique aqui.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Economia

    Colunistas