nsc
    dc

    Futebol 

    Em jogo com dois pênaltis decididos no VAR, Avaí perde para o Palmeiras e segue na lanterna 

    Equipe azurra saiu atrás, conseguiu empate, mas tomou o segundo gol em uma reta final do jogo com forte chuva e gramado encharcardo na Ressacada

    27/10/2019 - 19h11 - Atualizada em: 27/10/2019 - 19h43

    Compartilhe

    Redação
    Por Redação DC
    Palmeiras de Jean (d) saiu na frente, tomou empate, mas bateu o Avaí na Ressacada
    Palmeiras de Jean (d) saiu na frente, tomou empate, mas bateu o Avaí na Ressacada
    (Foto: )

    O Avaí sofreu mais uma derrota na noite deste domingo e se complicou ainda mais na luta para escapar do rebaixamento na Série A do Campeonato Brasileiro. O Leão perdeu por 2 a 1 para o Palmeiras, atual vice-líder da competição, e desperdiçou a chance de deixar a lanterna da competição, que surgiu após o empate da Chapecoense com o Fluminense no sábado.

    Em uma noite de muita chuva na Ressacada, com momentos de verdadeiro polo aquático nos instantes finais da partida, a equipe azurra saiu atrás, conseguiu empatar, mas no final tomou o segundo e perdeu por 2 a 1. Deyverson e Gustavo Scarpa marcaram para o Verdão e João Paulo anotou o gol avaiano.

    O primeiro tempo foi marcado por pressão palmeirense durante quase toda a etapa. Dudu, em um chute de três dedos aos oito minutos, e Bruno Henrique, em um voleio logo na sequência, levaram perigo ao gol de Vladimir. Carlos Eduardo, de cabeça, também deu trabalho para o goleiro avaiano.

    No outro lado do campo, o Avaí aproveitava erros na saída de bola do Palmeiras para levar perigo em ataques pelo lado direito, com chutes cruzados de Jonathan, que o goleiro Weverton defendeu.

    Na segunda etapa, antes que o Avaí pudesse esboçar uma reação, o Palmeiras abriu o placar. Lucas Lima cobrou escanteio na cabeça de Deyverson, que mandou no canto direito de Vladimir logo aos 8 minutos. Na sequência, Dudu fez jogada individual e acertou o travessão de Vladimir.

    :: Confira a classificação da Série A do Brasileirão

    Na metade da segunda etapa, a chuva apertou na Ressacada. Os jogadores passaram a usar a estratégia de trocar passes pelo alto para evitar as poças que se formavam no gramado. Quando tudo indicava que o Avaí teria dificuldades para reagir, Vinícius Araújo brigou pela bola na área e foi tocado pelo goleiro Weverton. O Avaí pediu penalidade. O árbitro reviu o lance no VAR e anotou pênalti para o Avaí. João Paulo foi para a bola e empatou a partida.

    Mas o mesmo VAR que dá também é o VAR que tira. Dois minutos depois, Deyverson dividiu com Ricardo dentro da área. O atacante dá um salto, mas o zagueiro do Avaí chegou forte no lance. A arbitragem novamente recorreu ao assistente de vídeo e marcou pênalti para o Palmeiras. Gustavo Scarpa bateu firme no canto esquerdo de Vladimir e colocou o Palmeiras novamente na frente.

    Pressão final e situação na classificação

    Depois do gol, a chuva praticamente impediu a prática de futebol. Nos minutos finais, o Avaí ainda tentou o empate com o jogo aéreo. Até o goleiro Vladimir foi para a área nas últimas duas bolas, mas não teve jeito. O Avaí sofreu a 17ª rodada em 28 jogos na competição e permanece na lanterna, em situação cada vez mais delicada a 10 rodadas do fim do Brasileirão.

    Com a derrota deste domingo, o Avaí permanece na lanterna da competição, com 17 pontos, e vê aumentar a distância para o primeiro time fora da zona de rebaixamento – hoje o Fluminense, com 30 pontos, 13 a mais que o Leão. Já o Palmeiras segue na vice-liderança, agora com 57 pontos, 10 a menos que o líder Flamengo, que ainda joga na rodada.

    Na próxima rodada, o Avaí recebe o Fortaleza na Ressacada, quarta-feira, às 19h30min. Já o Palmeiras enfrenta o São Paulo na Arena Palmeiras, no mesmo dia e horário.

    Palmeiras pressionou na primeira etapa, mas gols só saíram no segundo tempo
    Palmeiras pressionou na primeira etapa, mas gols só saíram no segundo tempo
    (Foto: )

    Ficha técnica

    Avaí

    Vladimir; Lourenço (Léo), Betão, Marquinhos Silva (Igor Goularte), Ricardo e Julinho (João Paulo); Luanderson, Wesley, Richard Franco; Vinícius Araújo e Jonathan.

    Técnico: Evando Camillato

    Palmeiras

    Weverton; Jean, Luan, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique, Lucas Lima (Gustavo Scarpa), Dudu, Deyverson (Henrique Dourado) e Carlos Eduardo (Hyoran).

    Técnico: Mano Menezes

    Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio, auxiliado por Fabricio Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires.

    Cartões: Betão e Ricardo (A); Weverton (P)

    Gols: João Paulo, aos 33 minutos do segundo tempo (A); Deyverson, aos 8 minutos do segundo tempo, e Gustavo Scarpa, aos 40 do segundo tempo (P)

    Público: 8.815 pessoas

    Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis

    Acesse as últimas notícias do NSC Total

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas