A língua portuguesa possui diversas expressões que são recorrentes em conversas coloquiais e que, não necessariamente, sua origem é conhecida. Um exemplo é a expressão “Céu de Brigadeiro”, em que pode-se pensar primeiramente no doce tipicamente brasileiro. Ao contrário do que se acredita, a sobremesa não tem nada a ver com essa expressão. Continue a leitura para saber sua origem e como ela caiu na boca do povo.

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do Hora no Google Notícias

Origem da expressão “Céu de brigadeiro”

A expressão não é uma homenagem ao brigadeiro de chocolate, mas tem origem em um jargão militar. De acordo com o site Ciberdúvidas da Língua Portuguesa, do Instituto Universitário de Lisboa, em Portugal, a expressão teve origem no Rio de Janeiro entre as décadas 50 e 60 do século XX e significa que o céu está limpo, sem nuvens e que apresenta pouca ou nenhuma adversidade.

O que significa a expressão “Céu de Brigadeiro”

O brigadeiro está na expressão, pois essa é a patente máxima da Aeronáutica no Brasil, equivalente ao almirante na Marinha e ao general no Exército. Já que o oficial precisa se dedicar muito aos estudos e trabalhos diversos para subir de patente, presume-se que essa pessoa ficou muito tempo sem pilotar. Assim, apenas com um céu limpo e sem nuvens, o brigadeiro conseguiria levantar voo.

Continua depois da publicidade

Só no “Céu de Brigadeiro”, segundo o Ciberdúvidas e o livro “Como Pensam os Militares” de Delano Menezes, é que alguém de alta patente consegue pilotar uma aeronave. Porém, a consultora Ida Rebelo do Ciberdúvidas apontou que existe uma conotação positiva para a expressão. Já que o brigadeiro é representado pela insígnia de estrelas, e o céu limpo permite que as estrelas sejam vistas. 

Assim como foi citado, “Céu de Brigadeiro” teve início nas forças armadas, mais precisamente na Aeronáutica. Porém, com o tempo isso foi entrando no vocabulário popular. Muito disso aconteceu devido ao alcance que tinha o rádio naquele período. Segundo o UOL, os locutores de rádio descobriram essa expressão dentro dos quartéis e gostaram.

A partir daí, começaram a usá-la nas transmissões, mais especificamente na hora da previsão do tempo. Desde então, foi questão de tempo até entrar no vocabulário.

Continua depois da publicidade

Leia também

Os morangos azuis realmente existem? Descubra

Canela pode trazer benefícios para o cérebro

Destaques do NSC Total