nsc

Internet

Entenda polêmica do uso de figurinhas sobre Ramadã no Instagram

Influenciadora digital Mariam Chami explicou significado da data e outros detalhes da cultura muçulmana

24/04/2021 - 13h50 - Atualizada em: 24/04/2021 - 14h13

Compartilhe

Juliana
Por Juliana Gomes
Figurinhas criadas pelo Instagram para o Ramadã
Figurinhas criadas pelo Instagram para o Ramadã
(Foto: )

O uso de figurinhas temáticas, três sticker, nos stories do Instagram sobre o Ramadã, o mês de jejum e orações dos muçulmanos, tem causado polêmica na internet. Embora representem símbolos sagrados da religião, as ilustrações têm sido aplicadas em publicações sem conexão com o Islamismo. A influenciadora digital Mariam Chami comentou sobre o assunto no CBN Sábado Show deste dia 24 de abril.

- A princípio demonstra desconhecimento, ninguém é obrigado a conhecer a religião dos outros. No entanto, no momento em que as pessos perceberam que as figurinhas geravam engajamento, foi usado com esse objetivo, só que embaixo da figurinha falava o que era, falava que era Ramadã - comentou.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina no WhatsApp

O Ramadã começou em 13 de abril e vai até 12 de maio e, como destacou Mariam, é o nono mês do calendário islâmico, quando foi revelado o Alcorão sagrado. Por isso, é um período dedicado a orações e à busca de conexão com a espiritualidade, como explicou a influenciadora.

- Nós, muçulmanos, utilizamos o calendário lunar, não solar. Então, cada ano, ele será num mês diferente. Ramadã nada mais é do que o nome de um mês. Nesse, mês a gente pratica ainda mais o respeito, a tolerância, o auto-controle, a gente fica em jejum da alvorada ao por do sol. Dentro desse período, a gente não come, não bebe, nem água. Não pode ter relação sexual dentro desse período. Depois, com a quebra do jejum, com o pôr do sol, a gente está liberado - retalou Mariam.

Figurinhas

Mariam também explicou o significado de cada figurinha.

Chá com tâmaras

- A gente tem o costume de quebrar o jejum com as tâmaras, ficamos até 12 horas em jejum, então, a primeira refeição que você vai ter é uma glicose para te dar energia - disse.

Mesquita

- É o templo sagrado dos muçulmanos, assim como a igreja é para os cristãos e a sinagoga é para os judeus - declarou.

Estrela e lua

- Nós muçulmanos utilizamos o calendário lunar. Ele tem 10 dias a menos (que o calendário solar) e a cada ano, vai aumentar 10 dias para o ano seguinte. O Ramadã este ano começou dia 13 de abril, então, no ano que vem, começará mais ou menos no dia 3 de abril - explicou.

Sucesso nas redes sociais

A curiosidade das pessoas sobre a cultura dos muçulmanos movimenta as redes sociais de Mariam Chami. Moradora de Tubarão há menos de um mês, antes ela vivia com a família em Florianópolis, mobiliza 472 mil seguidores no Instagram e mais de 700 mil no Tik Tok. Entre as postagens mais comuns, respondendo perguntas de seguidores, está o tratamento dado às mulheres no Islamismo.

- Eu bato sempre na tecla da diferença entre religião, cultura e nacionalidade. A religião prega que o homem tem que ter respeito máximo com a mulher. Isso é o que a religião diz, o que as pessoas seguem é outra coisa - enfatizou.

Mariam ressaltou que o desrespeito às mulheres pode ocorrer em diversas religiões, culturas e países.

- Tem bons muçulmanos e tem maus muçulmanos. Tem muçulmanos que seguem o que a religião diz e tem muçulmanos que não seguem. Pode ter mulheres que não tenham seus direitos garantidos pela religião, assim como no Brasil, tem mulheres que não são respeitadas, independente de qual religião seja - comentou a influenciadora.

Ouça entrevista

Leia mais

> Mapa Covid de SC hoje: veja em mapa e dados por cidade como está a situação da pandemia

> Calendário da vacina: veja dados da vacinação em cada município de SC no Monitor da Vacina

Colunistas