nsc
santa

Tempo

Entenda por que ocorrem as chuvas de granizo

Fenômeno está associado à alta umidade do ar, ao calor, e tem maior incidência na primavera

25/10/2019 - 18h46

Compartilhe

Augusto
Por Augusto Ittner
­
Pedras de gelo que caíram em Blumenau na tarde desta sexta-feira (25)
(Foto: )

Chuvas de granizo atingiram boa parte da área Leste de Santa Catarina no fim desta semana, principalmente nesta sexta-feira (25). Houve registro no Alto Vale, com perdas em plantações de cebola, em Blumenau, Gaspar, Itaiópolis e outros pontos do Estado.

Mas afinal de contas, por que pedras de gelo caem do céu?

A meteorologista Tatiane Martins, do Sistema Monitoramento e Alerta de Eventos Extremos de Blumenau (AlertaBlu), afirma que o fenômeno está relacionado a ao menos três fatores: alta umidade do ar, calor em superfície e atmosfera instável. Na prática, esse tripé traz a condição par que as gotas de água entrem em contato com áreas de temperatura negativa dentro da nuvem para formar o granizo.

– Para entender o granizo primeiro a gente tem que falar da nuvem dele, que é a cumulonimbus. Ela fica em níveis bem elevados da atmosfera e temperaturas muito baixas. Dentro da nuvem nós temos gotinhas de água, que começam a se chocar umas nas outras para criar gotas maiores. Por conta dessa instabilidade na nuvem, os ventos começam a carregar essas gotas para regiões mais altas, com temperatura negativa. Lá ela se solidifica, fica indo de um lado para o outro, e cresce até o momento em que está grande o suficiente para vencer a força da gravidade e atingir a superfície – explica a meteorologista.

A época do ano também favorece a ocorrência de chuvas de granizo, conforme Tatiane.

– A primavera é uma estação de transição, que sai de um período frio, que é o inverno, para o período quente do verão. Nesse época a gente tem o ar ainda mais frio em camadas baixas da atmosfera, o que faz com que a nuvem não tenha que ser tão desenvolvida para ter a condição de granizo. A primavera, sem dúvidas, é uma estação sucetível.

Aurora, no Alto Vale.
Aurora, no Alto Vale.
(Foto: )

Registro em várias cidades de SC

Em Blumenau, nesta sexta-feira (25), o granizo ficou concentrado principalmente na Região Central da cidade. As principais ruas da cidade, como XV de Novembro, 7 de Setembro, Avenida Beira-Rio, Martins Luther, e São Paulo, ficaram tomadas pelas pedras de gelo. Motoristas buscavam abrigo para evitar prejuízos nos veículos e o trânsito chegou a parar completamente entre 17h25 e 17h35min, durante o temporal.

Houve também registros em Gaspar e em Itaiópolis, no Planalto Norte. Já cidades do Alto Vale como Aurora, Atalanta, Ituporanga e Presidente Nereu, tiveram problemas principalmente nas plantações de cebola e fumo. Ainda não há um levantamento oficial dos prejuízos, mas em Aurora a estimativa é que de que 66% das lavouras foram atingidas, cerca de 1 mil hectares.

Colunistas