nsc
    hora_de_sc

    VAI COMEÇAR A FOLIA

    Entrega da chave marca a abertura do Carnaval de rua de Florianópolis

    Prefeito e vice-prefeito da cidade deram início aos festejos momescos no Berbigão do Boca, que  reúne uma multidão nesta sexta-feira (14), na Avenida Paulo Fontes

    14/02/2020 - 18h19 - Atualizada em: 14/02/2020 - 23h25

    Compartilhe

    Por Janaína Laurindo
    (Foto: )

    Está oficialmente aberto o Carnaval de rua de Florianópolis. O prefeito Gean Loureiro e o vice João Batista Nunes entregaram na tarde desta sexta-feira (14) a chave da cidade para o Rei Momo, Marcos Willerding, eleito no último dia 18 de janeiro. A cerimônia de abertura do Carnaval foi realizada durante o Berbigão do Boca que reúne uma multidão na Avenida Paulo Fontes, no centro de Florianópolis.

    — Conduza bem a cidade, amigo — disse o prefeito.

    A festa seguiu até por volta da meia-noite. A expectativa dos organizadores era de reunir cerca de 60 mil pessoas durante o desfile, que é o ápice da festa na frente da Igreja São Francisco de Assis, na esquina das ruas Felipe Schmidt e Deodoro.

    Por volta das 23h15min, a PM informou que o público estimado na festa era justamente de 60 mil pessoas, conforme a expectativa da organização.

    Em 2020, segundo a organização, foram confeccionadas 6 mil camisetas do bloco.

    — A expectativa para esse Carnaval é a melhor possível. A venda das camisetas superou os anos anteriores — disse Paulo Abraham, o Boca.

    Além de fortalecer o Carnaval de Florianópolis a festa busca dar visibilidade para a gastronomia local. O festival gastronômico do Berbigão do Boca teve 12 inscritos que preparam um prato utilizando a especiaria que dá nome para a festa para um corpo de jurado.

    O prato vencedor foi a Cestinha de Berbigão, preparada pelo casal Alessandra e Bruno Veloso. Além do troféu, o casal recebeu um curso de drinks oferecido pelo Senac.

    Alessandra e Bruno Veloso com o troféu do concurso.
    Alessandra e Bruno Veloso com o troféu do concurso.
    (Foto: )

    Homenagens

    O Berbigão do Boca sempre homenageia pessoas que contribuem e contribuíram para o Carnaval de Florianópolis. Ao todo são 40 bonecos gigantes circulando entre os foliões. Cada um deles representa um personagem importante, já falecido, da cultura da cidade. Neste ano um novo boneco caiu na folia, Hernani Hulk, Rei Momo da Capital por 33 anos, morto em setembro de 2019, foi o homenageado.

    A filha mais velha de Hulk, Emiliani Barbosa, conta que apesar de ser um momento triste, ter o boneco é marcar a presença dele na história do Carnaval da cidade.

    — Esse é um momento triste. Não vamos ter ele aqui na presença física, mas o boneco está aqui para representá-lo — diz Emiliani, que afirma viver e curtir o Carnaval com a mesma alegria do pai.

    A filha mais velha de Hulk lembra que o pai já havia comentado sobre a possibilidade de virar boneco, mas não fez nenhum pedido especial.

    — Na primeira vez que ele foi internado e o médico deu apenas 5% de chance de vida, quando ele saiu do hospital ele brincou: 'pode parar a confecção do boneco que eu estou vivo' — relembra Emileni.

    Hernani Hulk recebeu um boneco em sua homenagem.
    Hernani Hulk recebeu um boneco em sua homenagem.
    (Foto: )

    O mestre da bateria do Berbigão do Boca, conhecido como Rato, que está adoentado, foi homenageado com o Prêmio Amigo do Berbigão do Boca, que reconhece pessoas que participam da organização da festa. Mestre Rato é considerado um dos melhores chefes de bateria das escolas de samba de Florianópolis e sempre engrossou a fileira dos músicos no Berbigão do Boca.

    A tradição da renda de bilro também mereceu destaque na edição deste ano, pela primeira vez, um grupo de 30 rendeiras foi convidada para expor e confeccionar a renda de bilro dentro do espaço destinado para a festa.

    — Hoje a renda não é tão valorizada, mas eu lembro que fiz o enxoval do meu casamento com a venda de renda. Mas estar em um evento como esse ajuda na divulgação e valorização do nosso trabalho — destaca a rendeira Sebastiana Mercedes, de 77 anos.

    Sebastiana Mercedes era uma das rendeiras convidadas. Em outubro deste ano comemora 70 anos produzindo a renda de bilro.
    Sebastiana Mercedes era uma das rendeiras convidadas. Em outubro deste ano comemora 70 anos produzindo a renda de bilro.
    (Foto: )

    Como chegar

    O palco do Berbigão do Boca está instalado na avenida Paulo Fontes que segue interditada até a meia-noite de sábado. Para chegar na festa a dica é usar os estacionamentos privativos, para quem optar ir de carro. Uma boa opção é ir de ônibus, já que as linhas com destino final no TICEN ficam próximas do palco do Berbigão do Boca, instalado ao lado do Largo da Alfândega.

    Confira mais fotos da festa

    (Foto: )
    (Foto: )
    (Foto: )
    (Foto: )
    (Foto: )
    (Foto: )
    (Foto: )
    (Foto: )
    Festa reuniu multidão no Centro de Florianópolis
    Festa reuniu multidão no Centro de Florianópolis
    (Foto: )
    Expectativa da organização era reunir cerca de 60 mil pessoas
    Expectativa da organização era reunir cerca de 60 mil pessoas
    (Foto: )
    Festa tomou as ruas do Centro da Capital
    Festa tomou as ruas do Centro da Capital
    (Foto: )
    Foliões abraçaram campanha contra o assédio no Carnaval
    Foliões abraçaram campanha contra o assédio no Carnaval
    (Foto: )

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Entretenimento

    Colunistas