A enxaqueca com aura é considerada uma doença neurológica com sintomas que precedem a dor de cabeça. Ou seja, manifestam sinais como embaçamento das vistas, pontos brancos e flashes de luz antes mesmo de aparecer a dor.

Continua depois da publicidade

> Clique aqui e receba notícias no WhatsApp

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 15% da população brasileira sofre com crises de enxaqueca. Apesar disso, muitas delas desconhecem a enxaqueca com aura. Considerando isso, a médica neurologista Dra. Viviane Moroni esclarece o assunto e explica como tratar. Confira!

Causas desse tipo de enxaqueca

As causas da enxaqueca com aura ainda não são totalmente conhecidas. Mas sabe-se que tanto para a enxaqueca com aura quanto para as enxaquecas em geral a genética pode predispor a dor, assim como o consumo de bebidas alcoólicas, desidratação, noites mal dormidas e alimentação inadequada com excesso de frituras, gorduras, refrigerantes e café.

Sintomas da enxaqueca com aura

De acordo com a Dra. Viviane Moroni, os sintomas da enxaqueca com aura são indolores e podem durar entre 5 e 60 minutos. “O paciente pode ter enxaqueca com aura visual, então, ele vê estrelinhas, coisinhas brilhantes, bolas pretas e raios coloridos, essas são as mais comuns. Mas também pode ser um formigamento, perda de parte do campo de visão, lentidão do pensamento e dificuldade de se expressar”, explica a médica neurologista.

Continua depois da publicidade

> Dia Nacional do Perdão: saiba quais são os benefícios desse ato para a saúde

Mulher sorrindo segurando copo com água e remédio
Enxaqueca com e sem aura tem sintomas semelhantes (Foto: Shutterstock)

Diferença entre a enxaqueca com e sem aura

Em ambos os casos, o paciente pode ter sintomas comuns de uma enxaqueca, como:

  • Visão turva;
  • Dor em apenas um lado da cabeça;
  • Sensibilidade a luz;
  • Ânsia de vômito;
  • Sensibilidade ao cheiro.

Porém, a diferença está na presença da aura. “A grande diferença é que o paciente que tem a aura já sabe que a dor vai vir. Quando já está acostumado com a aura, então, ele pode tomar o remédio logo que ele começar a ter os sintomas premonitórios, como a gente chama”, diz a especialista.

Diagnóstico da enxaqueca com aura

O diagnóstico da enxaqueca com aura é realizado de forma clínica. Por isso, é essencial que o paciente consulte um médico neurologista para que seja avaliado o seu histórico médico e familiar, além dos sinais e sintomas que indicam a presença da aura.

Continua depois da publicidade

“[O paciente] tem que ser avaliado por um neurologista e tem que ser feito alguns testes no consultório para examinar, ouvir o seu histórico e ver se ele tem esses sintomas que tem que ter para classificar como enxaqueca. […] O paciente não precisa fazer um exame de imagem, mas é comum que a gente acabe fazendo uma tomografia ou uma ressonância, mas o diagnóstico é basicamente clínico, de acordo com a história do paciente e o exame neurológico normal”, explica a Dra. Viviane Moroni.

> Misofonia: conheça as causas, os sintomas e os tratamentos

Tratamento da enxaqueca com aura

No geral, o tratamento da enxaqueca com aura é o mesmo realizado para enxaqueca comum. Assim, o médico neurologista pode indicar o medicamento adequado para cada caso, visando aliviar as dores e os sintomas causados pelas crises. Além disso, é recomendado que o paciente também evite situações, como o consumo de bebidas alcoólicas, desidratação, noites mal dormidas e alimentação inadequada, que possam desencadear as enxaquecas. “Você tem que tentar evitar os gatilhos para prevenir as suas crises”, finaliza a médica neurologista.

*Por Vitoria Rondon

Leia também

Entenda como a natação e a hidroginástica ajudam a fortalecer o corpo

5 tipos de lesões comuns no joelho

Dia Nacional do Combate ao Fumo: saiba quais são os riscos do tabagismo

Destaques do NSC Total