publicidade

Polícia
Navegue por

Crime bárbaro

Ex-deputado Raulino Rosskamp fala sobre a morte do filho em Joinville

Advogado Maurício Eduardo Rosskamp foi encontrado morto com sinais de violência nesta quinta-feira em Joinville

20/12/2018 - 18h01 - Atualizada em: 20/12/2018 - 18h50

Compartilhe

Luan
Por Luan Martendal
Maurício Rosskamp foi morto na madrugada desta quinta-feira (20)
Maurício Rosskamp foi morto na madrugada desta quinta-feira (20)
(Foto: )

O ex-vereador e ex-deputado estadual Raulino Rosskamp, pai do advogado Maurício Eduardo Rosskamp, morto na madrugada desta quinta-feira (20) em Joinville, falou ao A Notícia sobre a morte e as lembranças que guardará do filho.

— Na parte sentimental, um filho e um marido amado, e que conseguiu dar uma boa formação para os três filhos, Eduardo, Fernanda e Bruno. Na carreira, um advogado concursado na Câmara de Vereadores na qual atuou por mais de 23 anos — conta.

Maurício era um filho e marido amado, que conseguiu dar boa formação para seus três filhos. Na carreira, um homem de princípios, que atuava com perfeição, correção e seriedade

— Ele tinha princípios muito fortes e sérios, todos os processos de lei e outros assuntos que caiam na alçada dele, ele realmente estudava, analisava e dava o parecer dele na área jurídica com perfeição, correção e seriedade, sem nunca aceitar um centavo de ninguém a título de privilegiar quem quer que fosse — conclui.

Trajetória esta interrompida nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira, quando o corpo de Maurício Eduardo Rosskamp foi encontrado às margens da rua Rio Velho, no bairro Paranaguamirim, com vestígios de agressão com objeto contundente (não especificado pela polícia). O carro dele também foi localizado, incendiado no fim da rua Jacupiranga, no bairro Aventureiro, a cerca de 17 quilômetros do local onde o corpo estava. A Polícia Civil não descarta nenhuma linha de investigação.

Sobre o crime, Raulino Rosskamp afirma que a família ainda não tem reais informações sobre o ocorrido e aguarda as conclusões da polícia. O que os Rosskamp confirmam é que Maurício estava há três meses afastado dos jogos de futebol no Clube Floresta por ter machucado a perna, e nesta noite participava justamente de um jantar com os amigos do campo.

— Falaram que foi uma morte violenta, mas não sabemos se foi roubo seguido de morte, se foi pedra, como também chegaram a comentar, então não temos condições de dizer o que realmente aconteceu. É a informação da polícia que vai prevalecer.

Pericia criminal de Joinville realiza pericia no carro encontrado queimado ,possível carro de Mauricio Rosskamp
Pericia criminal de Joinville realiza pericia no carro encontrado queimado ,possível carro de Mauricio Rosskamp
(Foto: )

"Que se faça justiça", diz filho

O bombeiro Eduardo Meyer Miranda Rosskamp, 28 anos, um dos filhos da vítima pede por justiça ao pai.

— Ele não comentou nenhuma coisa de que pudesse estar sofrendo algum problema ou alguma dificuldade. (O crime) Pegou todos de surpresa e estou aguardando respostas na delegacia, espero que a autoria do crime seja descoberta, penalizada e que se faça justiça — disse à NSC, na tarde desta quinta-feira na Delegacia de Homicídios da cidade.

O velório

De acordo com Raulino Rosskamp, a irmã de Maurício, Ana Carolina, também advogada, fez o reconhecimento do corpo e agora aguarda a liberação do corpo no Instituto Médico Legal (IML). O velório de Maurício está marcado para esta noite na Capela Mortuária Borba Gato, e o sepultamento deve ocorrer às 10h30 de sexta-feira (21) no Cemitério Municipal de Joinville.

Quem era Maurício

Maurício Rosskamp tinha 52 anos e atuava como consultor jurídico da Câmara de Vereadores de Joinville desde 1995. Antes, trabalhou em escritórios particulares e estagiou no Ministério Público de Florianópolis.

Maurício era um dos três filhos do também advogado e ex-vereador e ex-deputado estadual Raulino Rosskamp. Ele era casado com a professora Ana Lúcia Martins, com quem tinha um filho de 14 anos. Ele também deixa outros dois filhos, de 28 e 19 anos, de outros relacionamentos.

Câmara lamenta a perda

A Câmara de Vereadores de Joinville comunicou, por meio de nota, o pesar pelo falecimento de seu consultor jurídico, Maurício Eduardo Rosskamp, e lembrou que ele participou ativamente de importantes audiências públicas e discussões em reuniões de comissões técnicas, que resultaram em aprovações de leis como a LOT (Lei de Ordenamento Territorial), entre outras, em 23 anos de casa. “Sempre atuou com muita responsabilidade na análise de projetos de lei, especialmente na Comissão de Legislação e Justiça”, destacou a nota.

Advogado da Câmara de Vereadores é encontrado morto em Joinville

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação