nsc
santa

Saúde

Falta de médicos nos postos de saúde de Blumenau vira dor de cabeça para comunidade

Prefeitura explica que tem feito chamada pública para tentar fechar as 28 vagas abertas

11/05/2022 - 09h57 - Atualizada em: 11/05/2022 - 10h13

Compartilhe

Talita
Por Talita Catie
Comunidade da ESF Arthur Riedel fez manifestação cobrando solução
Comunidade da ESF Arthur Riedel fez manifestação cobrando solução
(Foto: )

A falta de médicos em postos de saúde de Blumenau virou uma dor de cabeça para prefeitura e comunidade. De acordo com o governo, são 28 vagas abertas atráves de chamada pública, mas não têm aparecido interessados em quantidade suficiente para suprir a demanda e quem se apresenta por vezes desiste antes de começar a trabalhar. 

> Acesse para receber as notícias do Santa por WhatsApp

Quem está na porta das unidades de Estratégia Saúde da Família e depende da rede pública sente o impacto. No posto Arthur Riedel, no bairro Progresso, a situação se arrasta há mais de um mês. Havia a expectativa da chegada de uma profissional para essa semana, o que não se confirmou. A médica declinou da vaga.

A saída encontrada nesse caso foi direcionar os atendimentos para outro profissional que atende na ESF Gustavo Hass, que fica no mesmo prédio. A consequência é aumento no tempo de espera por atendimento. Os pacientes sabem da burocracia e até se mostram compreensíveis, mas lamentam que a situação se estenda por tanto tempo. 

Tem solução?

É uma alternativa para tentar minimizar o problema, mas não é viável em todos os postos. Resultado? Pacientes precisam ir a outras unidades para receber atendimento médico. Nesses casos a equipe de enfermagem da unidade que está sem profissional faz a avaliação do paciente e avalia a necessidade de encaminhamento. 

— Há cerca de um mês o déficit era de mais de 40 médicos na nossa rede. Imediatamente inciamos a contratação através de uma chamada pública e também temos um concurso público que recentemente foi homologado e pretendemos ao longo dos próximos dias chamar esses profissionais para completar o quadro — diz o secretário de Saúde Marcelo Lanzarin.

A prefeitura não informou até a publicação deste texto quais são os postos de saúde com falta de médico. 

Leia também

> Vale do Itajaí registra segundo caso suspeito de hepatite misteriosa em crianças

> Dengue e Covid-19 trazem secretários de saúde a Blumenau para discussão

> Mãe vai às lágrimas ao reencontrar filha desaparecida há 10 dias em SC

Colunistas