nsc
dc

"Vontade dele"

Família autoriza doação de órgãos de Gugu Liberato

Apresentador morreu na última sexta-feira (22), nos Estados Unidos, vítima de um acidente doméstico

23/11/2019 - 12h43 - Atualizada em: 23/11/2019 - 14h08

Compartilhe

Por GaúchaZH
Apresentador Gugu Liberato morreu aos 60 anos
Apresentador Gugu Liberato morreu aos 60 anos
(Foto: )

Familiares do apresentador Gugu Liberato, que morreu na última sexta-feira (22), aos 60 anos, vítima de um acidente doméstico em Orlando, nos Estados Unidos, autorizaram a doação de todos os órgãos dele. Uma nota divulgada pela assessoria do apresentador informa que a decisão atende "a uma vontade dele".

"Gugu sempre refletiu sobre os verdadeiros valores da vida e o quão frágil ela se revela. Sua partida nos deixa sem chão, mas reforça nossa certeza de que ele viveu plenamente. Fica a saudade, ficam as lembranças - que são muitas - e a certeza que Deus recebe agora um filho querido, e o céu ganha uma estrela que emana luz e paz", diz o comunicado.

Segundo a nota, Gugu sofreu uma queda acidental de uma altura de cerca de quatro metros quando fazia um reparo no ar condicionado instalado no sótão da casa onde vivia em Orlando. No hospital, ele deu entrada em escala de Glasgow de 3 (a escala é usada para medir a consciência e a evolução das lesões cerebrais em um paciente e o valor 3 é o mais baixo, indicando uma lesão grave e coma profundo) e os exames iniciais constataram sangramento intracraniano.

Trajetória

Nascido em 10 de abril de 1959, Antônio Augusto Moraes Liberato iniciou sua carreira na TV aos 14 anos. Depois de tanto escrever cartas para Silvio Santos, acabou sendo convocado pelo próprio para ser assistente de produção do Domingo no Parque. Em 1981, seguiu o patrão rumo ao recém-fundado SBT.

No ano em que prestou vestibular, tentou entrar para Odontologia, mas, a convite do próprio Silvio, assumiu a apresentação do Sessão Premiada, um programa que ia ao ar nos intervalos de filmes e era exibido somente na grande de São Paulo.

Em 1982, foi criado o programa o Viva a Noite, já apresentado por Gugu. A atração semanal ficou conhecida, principalmente, por revelar bandas da música pop como Menudos, Dominó e Polegar.

Em 1987, a Rede Globo fez uma proposta para levar Gugu, que foi contestada pessoalmente por Silvio Santos. Ele foi à sala de Roberto Marinho e pediu a liberação para o apresentador permanecer no SBT, com aumento e a oportunidade de ocupar boa parte da grade dominical.

Ele estreou, em 17 de abril de 1988 aos domingos no comando do Passa ou Repassa e do Cidade contra Cidade, ambos no SBT. Ele continuou apresentando atrações musicais na noite de sábado, como o Sabadão Sertanejo.

Colunistas