O Parque Malwee, tradicional espaço de lazer em Jaraguá do Sul, vai ficar fechado entre os dias 15 e 31 de maio, após casos de vandalismo. O caso mais recente aconteceu na segunda-feira (6), quando duas estátuas foram destruídas. 

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Joinville e região no WhatsApp

A presidente da Armalwee, Sandra Lennert, explica que as estátuas têm caráter histórico, pois foram obras colocadas no espaço pelo próprio fundador, Wolfgang Weege. 

— Essa é uma medida de protesto e alerta de conscientização pelo constante vandalismo que tem acontecido no Parque na última década. O espaço foi fundado há 46 anos e é um presente para a comunidade, sendo fundamental que ela nos auxilie no cuidado — ressalta Sandra. 

Fotos do Parque Malwee, em Jaraguá do Sul, alvo de vandalismo

Continua depois da publicidade

O parquinho infantil, inaugurado há pouco mais de um ano, também tem sido depredado constantemente. O acesso ao local é gratuito e aberto para toda população. Os casos de destruição causam indignação em Sandra. 

Isso nos revolta, pois frequentemente acontecem casos de colocarem fogo nas choupanas, jogarem lixo por todo espaço, roubo de plantas e corte de árvores, depredação dos banheiros e dos espaço de eventos e outras áreas — lamenta. 

VÍDEO: Aeroporto de Joinville vira ponto turístico com aviões passando “colados” de casas e rua

O parque possui 1,5 milhão de m², 16 lagoas, mais de 35 mil árvores e centenas de espécies de aves. No período em que estará fechado para visitação, apenas os restaurantes, a loja e as aulas de yoga funcionarão normalmente.

Leia também

Multinacional de Joinville abre quase 100 vagas de emprego para jovem aprendiz

MP-SC quer indenização de R$ 706 mil e criação de corredor para bugios-ruivos em SC

Empresas cancelam voos no Aeroporto de Joinville e entidades empresariais criticam decisão

Destaques do NSC Total