A atriz Fernanda Montenegro, de 94 anos, entrou com uma ação na Justiça para voltar a receber a sua aposentadoria e a pensão por morte de seu marido não pagos pelo INSS. A atriz alegou o não recebimento de mais de R$ 334 mil durante quase três anos. Segundo o jornal O Globo, a atriz está sem receber os benefícios desde agosto de 2019 até março de 2022.

Continua depois da publicidade

Entre na comunidade exclusiva de colunistas do NSC Total

Durante a pandemia, Fernanda Montenegro teve dificuldade de realizar a prova de vida cobrada pelo INSS para receber os benefícios. Por isso, teve seu direito à aposentadoria e pensão cessado por esse período, já que o instituto considerou que Fernanda havia “morrido”.

Segundo o portal Terra, a atriz entrou em contato com a instituição e descobriu que seus dados para acesso ao sistema virtual do INSS tinham sido alterados, incluindo o e-mail de acesso. Em seguida, após recuperar seu acesso, Fernanda percebeu que os benefícios estavam sendo depositados e sacados por outra pessoa.

Em 2023, a Justiça deu ganho de causa à Fernanda Montenegro, obrigando o INSS a depositar os valores retroativos, calculados atualmente em mais de R$ 334 mil. O Instituto ainda foi condenado a pagar danos morais de R$ 30 mil, mas um recurso reduziu a punição a R$ 10 mil. Até agora, nada foi pago à atriz.

Continua depois da publicidade

Veja fotos e relembre a carreira da atriz

*Sob supervisão de Andréa da Luz

Leia também

Primeira parcela 13º do INSS começa a ser paga esta semana e deve injetar R$ 1,6 bilhão em SC

INSS alerta que não usa canais alternativos para liberar salário-maternidade

Destaques do NSC Total