O Transforma – Festival de Cinema da Diversidade de Santa Catarina vai exibir 44 curtas-metragens em Florianópolis entre os dias 16 e 20 de novembro, produzidos nacionalmente, em mais de 15 estados brasileiros. O melhor deles vai receber o prêmio “Unicórnio de Ouro”, no último dia da amostra, quando é comemorado o dia da Consciência Negra. O evento ocorrerá na Sala Gilberto Gerlach, no Centro Integrado de Cultura (CIC) e os ingressos são gratuitos.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Ao todo, 110 curtas foram inscritos no Transforma, o que é um recorde para o festival que reuniu mais de 500 curtas desde 2018. Neste ano, as produções, vindas de 51 cidades de todo Brasil, foram selecionadas por especialistas para colorir a Mostra Competitiva de 2022. A programação completa está disponível no site.

–– São curtas que narram diferentes vivências, histórias e afetações da comunidade LGBTQIA+ brasileira, o que por si só já é muito importante para reconhecermos quem somos e onde estamos. Recebemos filmes com alta qualidade, não apenas estética, mas também de narrativa –– afirma Thomas Dadam, produtor executivo do festival.

Confira os curtas selecionados para o Festival Transforma de 2022:

  • “Isso sempre acontece”, dir. Lara Koer, SC;
  • “Uma paciência selvagem me trouxe até aqui”, dir. Érica Sarmet, SP;
  • “Makumba”, dir. Emerson Evêncio, ES;
  • “Devir Animal”, dir. Andréa Veruska, PE;
  • “As Canções de amor de uma bixa velha”, dir. André Sandino Costa, RJ;
  • “Capim-Navalha”, dir. Michel Queiroz, GO;
  • “Como respirar fora d’água”, dir. Júlia Fávero e Victoria Negreiros, SP;
  • “O Babado de Toinha”, dir. Sérgio Bloch, RJ;
  • “Dois Elefantes”, dir. Leonel Costa, SP;
  • “Procura-se Bixas Pretas”, dir. Vinicius Eliziário, BA;
  • “Memória de quem (não) fui”, dir. Thiago Kistenmacker, RJ;
  • “Nem o Mar Tem Tanta Água”, dir. Mayara Valentim, PB;
  • “O Pato”, dir. Antônio Galdino, PB;
  • “A Sinfonia de Beethoven”, dir. Rafael Oliveira, BA;
  • “Sad Faggots + Angry Dykes Club”, dir. Viq Viç Vic, PE;
  • “Saindo com Estranhos da Internet”, dir. Eduardo Wahrhaftig, SP;
  • “Deus Não Deixa”, dir. Marçal Vianna, RJ;
  • “Ser”, dir. Lucas Laurindo, SP;
  • “Time de Dois”, dir. André Santos, RN;
  • “Hortelã”, dir. Thiago Furtado, PI;
  • “Pluma Forte”, dir. Coraci Ruiz, SP;
  • “A última vez que saímos do armário”, dir. Bruno Tadeu, MG;
  • “O Último Cinema de Rua”, dir. Marçal Vianna, RJ;
  • “Acesso”, dir. Julia Leite, SP;
  • “Carpela”, dir. Julie de Oliveira, SC;
  • “Agachem, Segurem, Formem, Arrasem”, dir. Caio Baú, SP;
  • “Guiné”, dir. Sheila dos Anjos e Danilo Cica, SP;
  • “Boyzin”, dir. R.B. Lima, PB;
  • “Próprio”, dir. Rafael Thomaseto, SP;
  • “B Não é de Biscoito”, dir. Hilda Lopes Pontes e Chris Mariani, BA;
  • “Custódia”, dir. Vinicius Sassine, DF;
  • “Nunca Estarei Lá”, dir. Rodrigo Campos, SP;
  • “Macho Carne”, dir. George Pedrosa, MA;
  • “Êxtase”, dir. Nadia Bambirra, RJ;
  • “Paralelas”, dir. Amira Massabki, PR;
  • “O Que Me Cabe”, dir. Felipa Anastácia, SP;
  • “Amizades Particulares”, dir. Laira Rocha Tenca, SP;
  • “Piu Piu”, dir. Alexandre Figueirôa , PE;
  • “Concha de Água Doce”, dir. Lau Azevedo e João Pires, RS;
  • “Rafaela”, dir. Ludmila Curi, RJ;
  • “O Amigo do Meu Tio”, dir. Renato Turnes, SC;
  • “O Cérebro é uma Zona Erógena”, dir. Analu Bambirra, MG;
  • “A Raiz de Um”, dir. Pedro Henrique Lima, PE;
  • “A Canção Que Dediquei a Você”, dir. Matheus Monteiro, CE.

Continua depois da publicidade

Leia também

Tite faz treino com todos os convocados da Seleção Brasileira pela primeira vez

Titãs anunciam turnê com sua formação clássica, de Nando Reis a Paulo Miklos; veja data em SC

Casamento às Cegas Brasil: 2º temporada ganha nova data de estreia

Destaques do NSC Total