As ruas do Centro de Joaçaba, no Meio-Oeste catarinense, ficaram lotadas de fiéis durante a tradicional Romaria Frei Bruno, que chegou à 34ª edição neste domingo (25). O trajeto, entre a Catedral Diocesana Santa Teresinha do Menino Jesus e o Cemitério Frei Edgar, onde está sepultado Frei Bruno Linden, foi marcado por demonstrações de fé, agradecimentos e pedidos de graças.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

A estimativa de público não foi divulgada. Em 2013, teve início o processo de beatificação do frade, a quem foram atribuídos milagres como curas, em Joaçaba. Segundo o frei Alex Ciarnoski, vice-postulador para a Causa de Frei Bruno, o processo está em fase de análise no Vaticano.

— A etapa diocesana foi finalmente concluída com o documento chamado “Position”, que é um resumo de tudo o que foi enviado para o Vaticano até o momento. A partir de agora, o documento será analisado e a expectativa é de que, em breve, Frei Bruno seja declarado venerável pela Igreja — afirma Ciarnoski.

Ainda conforme frei Alex, a Diocese de Joaçaba deve nomear mais um tribunal, que deve escolher um milagre atruibuído a Frei Bruno a ser enviado novamente ao Vaticano. Este processo faz parte do ritmo para a beatificação — o reconhecimento da Igreja Católica da santidade de uma pessoa.

Continua depois da publicidade

Frei Bruno caminha para integrar a lista de veneráveis que atuaram em Santa Catarina. É o exemplo de Padre Aloísio, catarinense cujo título foi concedido em 2023. O processo de beatificação dele também foi aberto em 2013.

Em 2002, o Papa João Paulo reconheceu Paulina do Coração Agonizante de Jesus como santa. Nascida na Itália, a então madre Paulina viveu por anos em Nova Trento, na Grande Florianópolis. A cidade tem hoje um santuário em homenagem a ela.

— É emocionante presenciar a fé da nossa comunidade que todos os anos se reúne e coloca-se em oração e penitência, agradecendo e pedindo graças ao nosso querido Servo de Deus Frei Bruno — destacou Dom Frei Mário Marquez, bispo diocesano da Diocese de Joaçaba.

Veja como foi a romaria

Continua depois da publicidade

Leia também

Fotos antigas mostram como era a Praia da Armação no século passado

Quem é o engenheiro que largou trabalho formal para cuidar de 400 cães em SC: “Doei minha vida”

Destaques do NSC Total