nsc

publicidade

Brasileiro

Figueirense empata 3ª seguida, segue no Z4 da Série B e capitão afirma: "5 decisões" 

Figueira fica no 0 a 0 com o Vila Nova e deixa passar chance de sair da zona de rebaixamento

06/11/2019 - 00h08

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Alemão faz alerta ao Figueirense para a reta final da Série B 2019
Alemão faz alerta ao Figueirense para a reta final da Série B 2019
(Foto: )

O Figueirense empatou em 0 a 0 com o Vila Nova pela Série B 2019 e deixou escapar a chance de sair do Z4. Foi o terceiro empate seguido do Figueira no Campeonato Brasileiro, e o time continha na zona de rebaixamento. Restam cinco rodadas para o fim da competição. Na briga para tentar a permanência, o capitão Alemão decretou que as próximas partidas devem ser encaradas como decisões.

- Momento é ruim. Tivemos oportunidade de vencer em casa, como no jogo do Criciúma, em que abrimos dois gols e deixamos empatar em 5 minutos. Hoje não conseguimos o gol. Levantar a cabeça, porque são cinco decisões pela frente, Não vamos jogar a tolha e temos condições de sair dessa situação. Temos de ter humildade, e nos cobrar. Não pode baixar a cabeça. Enquanto puder, vamos brigar. Como em outras vezes os resultados (da rodada) deram certo e não fizemos nosso dever. Não estamos fazendo a nossa parte - lamentou o zagueiro, em entrevista à rádio CBN Diário.

O goleiro Pegorari tentou se animar com o ponto conquistado - quando a vitória era providencial para deixar a zona de rebaixamento neste momento. Ele se manteve confiante que o Figueirense consegue deixar o Z4 da Série B 2019 antes do término da competição.

- Pelo resultado, é mais um ponto que somamos para sair dessa. Não acabaria o campeonato se ganhássemos este jogo. São mais cinco rodadas pela frente e não vai faltar força para tirar o time desta situação - falou.

O próximo jogo do Figueirense será na sexta-feira. Às 21h30min e novamente no Orlando Scarpelli, o Figueira encara o Coritiba, que briga pelo acesso.

​Leia mais notícias e opiniões sobre o Figueirense no NSC Total.

Deixe seu comentário:

publicidade