nsc
santa

Pandemia

Filho de mulher que morreu de coronavírus em SC faz apelo: "fiquem em casa, cuidem dos familiares"

Mariângela Antunes, 63 anos, não resistiu às complicações causadas pela Covid-19 e faleceu no fim de semana

14/04/2020 - 07h15 - Atualizada em: 14/04/2020 - 08h31

Compartilhe

Augusto
Por Augusto Ittner
Mariângela tinha 63 anos e era professora.
Mariângela tinha 63 anos e era professora.
(Foto: )

Mariângela Antunes, 63 anos, foi a primeira vítima do novo coronavírus em Indaial, no Médio Vale do Itajaí. Ela não resistiu após complicações causadas pela doença e, após mais de uma semana internada no Hospital Santa Isabel, faleceu no último sábado (11).

> Em site especial, saiba tudo sobre o novo coronavírus

Professora da rede pública e moradora do Encano Baixo, Mariângela chegou a ser presidente em exercício do sindicato dos serviços públicos do município (Sinserpi) e tinha ligação com a categoria na cidade.

Em entrevista ao Santa, o filho da professora, Vinícius Antunes, falou sobre como foi conviver com a doença e ao mesmo tempo ver os problemas causados pela Covid-19 tão de perto. O jovem chegou a relatar nas redes sociais como estava sendo o tratamento da mãe e faz um apelo para que as pessoas cuidem mais das outras.

— Existe, sim, uma sensação de impotência, até porque é uma perda muito grande para a família. Pelo contexto que o mundo está vivendo, vejo que minha mãe não é um caso isolado. (O vírus) vem atacando de forma violenta no mundo inteiro, é preciso de cuidado redobrado. Temos que pensar cada vez mais coletivamente — aponta Vinícius.

> Quer receber notícias de Blumenau e do Vale por WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do Santa

O filho de Mariângela mora em São Paulo e estava em quarentena, assim como a mãe e o pai. Ele diz que a experiência que teve mostra que o vírus é grave e que a população precisa parar de ignorar a gravidade do novo coronavírus.

— O alerta que faço para as pessoas é de que o isolamento é necessário. Nós ainda não temos como fazer tantos testes quanto outros países, então o isolamento é uma das poucas ferramentas de combate que a gente tem. As pessoas têm que ficar em casa, cuidar dos seus familiares, principalmente daqueles que estão no grupo de risco — acrescenta Vinícius.

Em uma postagem de despedida no Facebook, o filho ainda deixou uma mensagem:

Eu e ela, com certeza, não queremos que ninguém mais passe pelo que estamos passando. Fique em casa. E dá um abraço, ou manda mensagem pra sua mãe.

Mariângela deixou o esposo, Fernando, e os filhos Vitor e Vinícius.

26 mortes em SC

O último dado divulgado pelo governo de Santa Catarina aponta que 26 pessoas já morreram pela Covid-19 no Estado. No Vale do Itajaí, além de Indaial, as cidades de Itajaí (2), Porto Belo (1) e Gaspar (1) também registraram óbitos.

Os outros municípios são Criciúma (4), Antônio Carlos (3), Florianópolis (3), Joinville (2), Tubarão (2) e um caso nas cidades de Balneário Gaivota, Massaranduba, Palhoça, Pedras Grandes, São Ludgero, Sombrio e Urussanga.

Leia também

Ave oceânica aparece em Rodeio, no Vale do Itajaí, e intriga especialistas de SC

Sobe para 826 o número de casos confirmados de coronavírus em SC e para 26 o de mortes

Colunistas