Thales Bretas revelou os questionamentos que seus filhos têm feito sobre a morte de Paulo Gustavo. Em entrevista ao Conversa com Bial, o médico explicou que Gael e Romeu, de quatro anos, “têm mais dificuldade de processar isso”.

Continua depois da publicidade

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

O dermatologista comentou que tentava manter viva a memória do humorista através de fotos.

— Percebi que isso era desafiador para eles. Eles saiam de perto, mudavam de assunto, não entendiam por que da ausência desse pai, se era um abandono — disse.

A explicação de Thales para o filho era “que ele ficou dodói, e foi para o céu. Eu sempre fazia essa brincadeirinha”. Mas, agora que os meninos cresceram, eles passaram a comparar sua família com a de outras crianças:

Continua depois da publicidade

— Eles às vezes têm perguntado: “Cadê o outro pai” ou “por que fulano tem pai e mãe, o outro tem dois pais, o outro tem duas mães, cadê o nosso?”. E eu explico sempre: vocês tiveram dois pais, que queriam muito ter vocês. A gente pegou duas barrigas emprestadas, porque a gente é homem e não pode ter. E elas trouxeram vocês com muito amor.

— Um dia o Romeu me perguntou: “Mas por que o papai Paulo foi para o céu?”. Porque ele ficou dodói, filho. Tem momentos que a gente fica dodói, não consegue melhorar e vai para o céu. “Mas eu não queria que papai Paulo fosse para o céu” — relatou o médico.

— Eu vejo que eles têm mais dificuldade de processar isso — resume

Paulo Gustavo morreu em maio de 2021, aos 42 anos, vítima de complicações da covid-19. Na época, Romeu e Gael tinham um ano de idade.

*Com informações de Estadão Conteúdo

Destaques do NSC Total