nsc
dc

Tratamento

Flávio diz que Bolsonaro foi para a UTI e chegou a ser intubado

O filho do presidente ainda informou que a família irá a São Paulo para acompanhar de perto o presidente

15/07/2021 - 07h23 - Atualizada em: 15/07/2021 - 11h05

Compartilhe

Metrópoles
Por Metrópoles
Flávio Bolsonaro
Flávio Bolsonaro atualiza sobre estado de saúde do presidente
(Foto: )

O senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) afirmou, na quarta-feira (14), que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) chegou a ir para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e precisou ser intubado como precaução. As declarações foram dadas em entrevista à rádio Jovem Pan.

De acordo com o parlamentar, nesta quinta-feira (15) ele seguirá ao lado da família para São Paulo, com o objetivo de acompanhar mais de perto a recuperação do pai e “dar um pouquinho mais de força”.

Flávio afirmou que, no início da manhã, Bolsonaro estava sem conseguir respirar. Durante todo o dia, ele foi monitorado para evitar que aspire o líquido que estava subindo do estômago.

> Receba as notícias do NSC Total em seu WhatsApp

“Foi realmente para uma Unidade de Tratamento Intensiva, para ficar ali em observação, com os cuidados melhores. Chegou a ser intubado, sim, para evitar que ele broncoaspirasse o líquido que estava vindo do estômago. Isso já havia acontecido em uma das cirurgias passadas que ele fez. Por precaução, apenas, nada de grave”, falou.

Boletim médico

Mais cedo, o hospital Vila Nova Star, na zona sul de São Paulo, divulgou nota sobre o estado de saúde do presidente. O boletim médico diz que ele seguirá internado para um tratamento clínico conservador em um primeiro momento.

> Vacinação da Covid em SC: locais, fases de aplicação, idades e tudo sobre

“O Senhor Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, foi transferido na noite desta quarta-feira para o Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, após passar por uma avaliação no Hospital das Forças Armadas, em Brasília, e ser diagnosticado com um quadro de suboclusão intestinal. Após avaliações clínica, laboratoriais e de imagem realizadas, o Presidente permanecerá internado inicialmente em tratamento clínico conservador”, diz a nota.

Leia mais no Metrópoles, parceiro do NSC Total.

*Thayná Schuquel

Colunistas