nsc

    Trânsito

    Florianópolis troca fiação subterrânea por aérea para evitar furto em semáforo

    Equipamento da Avenida Gustavo Richard foi alvo de dois furtos de fios em menos de 24h

    15/04/2021 - 12h47 - Atualizada em: 15/04/2021 - 13h01

    Compartilhe

    Juliana
    Por Juliana Gomes
    Semáforo da Gustavo Richard teve fios furtados
    Semáforo da Gustavo Richard teve fios furtados
    (Foto: )

    Após dois furtos de fios do semáforo da Avenida Gustavo Richard, em Florianópolis, em menos de 24 horas, a prefeitura estuda alternativas para evitar ocorrências deste tipo. Nesta quinta (15), a fiação subterrânea do equipamento está sendo trocada por uma instalação aérea. Outra alternativa apontada pelo Executivo para problemas semelhantes é a troca da iluminação semafórica por LED. 

    > Receba notícias de Florianópolis e região no seu WhatsApp

    Na última terça-feira (13), a equipe da Diretoria de Operações de Trânsito (Diope) trabalhou o dia todo para repor cerca de 500 metros de fios furtados do equipamento. Horas depois, na madrugada dessa quarta (14), o local foi alvo de mais um furto. Um homem foi preso pela Guarda Municipal próximo ao Terminal de Integração do Centro (Ticen) ainda pela manhã suspeito de envolvimento em ao menos um desses crimes.

    Ouça entrevista

    Até o início da tarde desta quinta (15), a Diope ainda trabalhava a reposição do material furtado, conforme o secretário adjunto de mobilidade urbana da capital Ivan Couto.

    - A gente tem analisado transformar a iluminação das sinaleiras de Florianópolis por iluminação de LED, que não tem vantagem comercial para aquele que poderia vender isso como sucata. Além disso, a gente está tirando a fiação subterrâenea, nos pontos em que há possibilidade de fazer isso, para adaptar toda instalação de forma aérea, o que faz com que a gente tenha uma visibilidade maior - explicou Couto.

    A equipe da secretaria de mobilidade urbana avalia possibilidades para resolver o problema, enquanto não é possível um monitoramento das áreas mais afetadas por crimes deste tipo, como os semáforos do Centro e do cruzamento do Terminal de Integração da Trindade (Titri).

    - Esteticamente, a fiação subterrênea é melhor. Além disso, pela exposição, o fio também acaba perdendo sua vida útil. Então, há uma série de elementos a serem considerados - declarou.

    Leia mais:

    > Greve dos professores em Florianópolis é legal, decide Justiça

    > Mapa Covid de SC hoje: veja em mapa e dados por cidade como está a situação da pandemia

    > Calendário da vacina: veja dados da vacinação em cada município de SC no Monitor da Vacina

    Colunistas