Com obras que somam mais de R$ 300 milhões, ao menos duas das três pontes que estão sendo construídas em Joinville já estão com o “esqueleto” quase pronto. A previsão de entrega das obras varia, uma delas, por exemplo, deve ser concluída no início do segundo semestre deste ano, enquanto outra é apenas para 2026. Confira o andamento de cada uma delas:

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Joinville e região no WhatsApp

Ponte Albertinho Bornschein ou “ponte da Aubé”

Também chamada de ponte da Aubé, a ponte Albertinho Bornschein está em sua fase final e tem previsão de conclusão para o início segundo semestre deste ano. Com um investimento que ultrapassa os R$ 10 milhões, a estrutura fica sobre o Rio Cachoeira e vai ligar as ruas Dr. Plácido Olímpio de Oliveira e Aubé, nos bairros Bucarein e Boa Vista, com 118 metros de comprimento.

Duplicação da BR-280 terá liberação parcial em traçado novo

Continua depois da publicidade

Neste momento, estão sendo erguidas as cabeceiras e a Secretaria de Infraestrutura Urbana (Seinfra) também trabalha nas pistas e calçadas da estrutura. São duas pistas para carro e calçadas compartilhadas para pedestres e ciclistas, cada uma com 3 metros de largura.

Os cinco vãos da estrutura já foram concretados. E na rua Dr. Plácido Olímpio ocorre a obra de estruturação e pavimentação do acesso à ponte.

Ponte Nacar

Com o esqueleto da ponte tomando forma, a estrutura que vai ligar as ruas Coronel Francisco Gomes e Nacar tem previsão de conclusão para o fim deste ano. 

Continua depois da publicidade

O investimento da obra que passa sobre o rio Bucarein é de aproximadamente R$ 6,9 milhões. Com uma extensão de 42,40 metros (desconsiderando as cabeceiras) e 15,20 metros de largura, a ponte vai contar com três pistas, sendo uma exclusiva para o transporte público e as outras duas para os demais veículos. A ponte terá também duas calçadas para a travessia segura de pedestres.

Conforme a prefeitura de Joinville, a próxima fase dos trabalhos de construção será a de instalação de longarinas do terceiro e último vão, localizado na margem da rua Coronel Francisco Gomes. Antes, será construído o bloco nessa margem.

Ponte Joinville

Esta é a maior obra de infraestrutura de Joinville e vai conectar quase 450 mil pessoas, informou o prefeito de Joinville, Adriano Silva (Novo). Com previsão de conclusão em 24 meses, as obras tiveram início em 23 de maio, ou seja, a finalização dos trabalhos deve ocorrer no fim do primeiro semestre de 2026. 

Continua depois da publicidade

A estrutura será uma ligação desde a avenida Alwino Hansen, no bairro Adhemar Garcia, seguindo sobre o rio Cachoeira e conectando-se com o sistema viário do bairro Boa Vista, nas ruas São Leopoldo e São Borja.

Até o momento, no lado do bairro Adhemar Garcia, já foram instalados os tapumes e feita parte da estruturação do terreno que vai abrigar a fábrica de pré-moldados.

Somados, os espaços onde serão instaladas as fábricas de pré-moldados que produzirão vigas e outras estruturas necessárias para a ponte superam mais de 26 mil m² e serão instalados nos dois lados da ponte. 

As equipes também trabalham em levantamentos topográficos, ações como compra de materiais e equipamentos, além de contratações. Paralelo a isso, ocorrem reuniões semanais de alinhamento entre as equipes da Seinfra, empresa executora da obra e consórcio supervisor. 

Continua depois da publicidade

A Ponte Joinville terá 980 metros de comprimento e 26 metros de largura, com duas pistas para cada um dos sentidos, além de área para acostamento, ciclovia e calçada para pedestres.

Além da construção da Ponte Joinville, o Edital também prevê a requalificação asfáltica das ruas São Leopoldo (1,5 km), São Borja (1,5 km) e avenida Alwino Hansen (200 metros).

Leia também

Influenciadora de SC viraliza ao dirigir o Tesla Cybertruck, carro de Elon Musk

Aeroporto de Joinville vai ganhar nova rota para São Paulo em outubro

Igreja centenária de SC atingida por microexplosão é reformada; veja como ficou

Destaques do NSC Total