Destrutiva e mortal. Essas são duas das palavras que resumem o que foi a enchente de 1983 em Blumenau e região. Chamada pelos moradores de “a Grande Enchente”, o evento de 41 anos atrás matou 49 pessoas e deixou quase 200 mil desabrigados em todo o Estado. Foram 32 dias com o nível do Rio Itajaí-Açu em condição de inundação, sendo que o pico ocorreu exatamente em 9 de julho: 15,34 metros.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Blumenau e região por WhatsApp

Só para ser ter ideia da dimensão da enchente, se essa marca ocorresse hoje, ao menos 90 mil moradores de Blumenau teriam as casas atingidas pela água. Na história recente da cidade, o índice de 15,34 metros só foi superado pelo pico da grande enchente de 1984, quando a régua marcou 15,46 metros. De quatro décadas para cá, com a consolidação das Defesas Civis, definição clara de cotas de inundação por ruas e operação das barragens (Ituporanga, José Boiteux e Taió), nunca mais o Itajaí-Açu chegou perto daquilo.

Nas fotos abaixo, veja o cenário de guerra e destruição vivido pela população blumenauense durante aqueles infindáveis 32 dias de julho de 1983 que ficaram marcados para sempre na memória da população.

Médico de Blumenau relembra angústia da enchente de 1983: “Pessoas gritavam no telhado”

Continua depois da publicidade

Veja fotos da grande enchente de 1983 em Blumenau

Quais foram as maiores enchentes de Blumenau?

A enchente de 1983 foi a quarta maior já registrada em Blumenau, perdendo para as cheias de 1880 (17,10 metros), 1911 (16,90 metros) e 1984 (15,46 metros), conforme dados que constam no site do AlertaBlu. Não há consenso entre os historiadores, porém, sobre a medição da inundação do século 19, considerada oficialmente a maior da história. Neste ano, a enchente de 1852, tratada por especialistas como Lauro Bacca como “superestimada”, já teve o número de 16,90 metros revisto.

Leia também

Pico do Itajaí-Açu em Blumenau na enchente de 1983 atingiria ao menos 90 mil pessoas em 2023

As dores e lições da enchente de 1983 em Blumenau e região, 40 anos depois

Morre José Augusto Nóbrega, chefe da Defesa Civil em Blumenau na grande enchente de 1983

Destaques do NSC Total