nsc
santa

Praia maior

Fotos do alargamento em Balneário Camboriú mostram mudanças na faixa de areia em 15 dias

Fase da obra para aumentar a Praia Central iniciou no dia 22 de agosto

05/09/2021 - 14h59 - Atualizada em: 06/09/2021 - 08h51

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Imagem aérea da Praia Central de Balneário Camboriú em 1º de setembro de 2021
Imagem aérea da Praia Central de Balneário Camboriú em 1º de setembro de 2021
(Foto: )

A fase de retirada da areia do mar na obra de alargamento da faixa de areia da Praia Central em Balneário Camboriú, no Litoral Norte catarinense já completa 15 dias. Até sexta-feira (3), 830 metros comprimento foram alargados.

> Receba as principais informações de Santa Catarina pelo Whatsapp

Desde de 22 de agosto, uma embarcação retira a areia do mar e a joga no começo da praia. Até agora, pouco mais de 400 mil metros cúbicos de areia foram retirados da jazida do fundo do mar. Com isso, a faixa de areia, que tinha 25 metros, em média, já foi ampliada em cerca de 70 metros.

Fotos mostram evolução da obra:

Primeiro dia da fase de obra: Draga começa a trabalhar na faixa de areia
Primeiro dia da fase de obra: Draga começa a trabalhar na faixa de areia
(Foto: )
Obra em 31 de agosto: Trabalhos ocorrem na faixa de areia da Praia Central
Obra em 31 de agosto: Trabalhos ocorrem na faixa de areia da Praia Central
(Foto: )
31 de agosto: Máquinas são usadas na obra de alargamento da faixa de areia em Balneário Camboriú
31 de agosto: Máquinas são usadas na obra de alargamento da faixa de areia em Balneário Camboriú
(Foto: )
Imagem aérea em 2 de setembro de 2021
Imagem aérea em 2 de setembro de 2021
(Foto: )

> Alargamento da faixa de areia em Balneário Camboriú; veja ao vivo

A obra de alargamento começou em março deste ano e, segundo a prefeitura de Balneário Camboriú, tem previsão para ficar pronta em novembro. No entanto, ainda não há data exata para finalizar os trabalhos. 

Onze máquinas trabalham no local, entre escavadeiras e trator de esteira, e a operação tem 90 funcionários trabalhando, sendo 60 em terra e 30 na draga, dois deles fiscais. 

O valor do empreendimento é de R$ 66,8 milhões.Ela é feita por um consórcio de duas empresas, a brasileira DTA Engenharia e a belga Jan De Nul, vencedor da licitação realizada pelo município.

*Com informações de G1/SC

Leia também:

Entenda como é feito o alargamento da praia em Balneário Camboriú

Alargamento da praia em Balneário Camboriú pode ficar mais caro; entenda

Alargamento da praia em Balneário Camboriú já faz subir preço dos imóveis

Colunistas