O chapéu na cabeça, botas estilizadas e as roupas com brilho atreladas ao talento vocal da “Agropaty” de Pomerode, no interior de Santa Catarina, chamaram a atenção de um dos produtores mais renomados do meio sertanejo no Brasil. William Santos, reconhecido por trabalhar com estrelas como Michel Teló, Lauana Prado e Chitãozinho & Xororó, agora aposta na jovem Jayne Martins, de apenas 17 anos, que lança nesta sexta-feira (16) a primeira música autoral no estilo country.

Continua depois da publicidade

Inscreva-se e receba notícias pelo WhatsApp do Vale do Itajaí

O encontro entre a catarinense e o profissional da música ocorreu no ano passado, em 2023. A partir daquele momento, Jayne recebeu a oportunidade de participar do processo de criação de um hit junto a outros compositores, gravando a canção em um estúdio em São Paulo e aprendendo sobre estratégias de lançamento.

A música “AgroPaty” se tornou, portanto, a primeira experiência profissional da jovem do interior de Santa Catarina que, até então, fazia covers pela região, com apresentações em restaurantes e outros locais menores.

— Foi totalmente diferente de tudo o que eu já tinha vivido. Mas eu sempre sonhei com esse momento. E agora finalmente aconteceu — confessa Jayne.

Continua depois da publicidade

Jayne costuma ter bastante contato com cavalos (Foto: Divulgação)

Moradora do Centro da cidade mais alemã do Brasil, a garota conta que a inspiração para a música veio da relação dela com a roça — já que tem familiares que vivem em regiões mais retiradas — e também por gostar de estar perto dos animais.

— O processo de criação foi baseado nas minhas lembranças, porque eu sempre tive contato com o sertanejo, com cavalos. Ou seja, envolvida com esse mundo do agro. Mas também surgiu com as minhas vivências na cidade — explica.

A mistura entre country e sertanejo universitário deu origem ao primeiro hit da mais nova promessa desse meio musical e já está disponível em diferentes plataformas. Ouça aqui.

Nova “Rainha do Rodeio”?

Desde o momento em que a jovem catarinense chegou ao mundo e passou a se chamar Jayne, não havia dúvidas de que o destino lhe reservaria um futuro na música country. Isso porque o nome da garota foi inspirado na cantora Jayne Gomes Molina, que já tem mais de 30 anos de carreira e é conhecida popularmente como a “Rainha do Rodeio”.

Continua depois da publicidade

Naturais do Rio Grande do Sul, os pais da menina Jayne, de Pomerode, contam que sempre apreciaram as músicas da artista e, por esse motivo, decidiram homenageá-la no momento em que a filha nasceu. Mais tarde, a garota chegou até mesmo a conhecer a mulher pessoalmente e fazer uma participação no DVD da cantora, gravado em São Paulo.

Catarinense com a cantora Jayne, conhecida como a “Rainha do Rodeio” (Foto: Arquivo pessoal)

Para o pai, Gilmar Loock, a artista se tornou uma espécie de referência à Jayne, que passou a se inspirar na Rainha do Rodeio, já admirada pela família. Além disso, desde a infância a menina teve contato com o universo da música, tendo em vista que os pais costumavam se apresentar em bailes com uma banda que já não existe mais.

— Aí eu ia junto com eles, ficava no palco. Fui crescendo no meio disso. Eu sempre estava lá com eles, cantando ou dançando. Até que começou a surgir a vontade de ter uma carreira e começar um trabalho com a música — explica a garota.

Com sete anos de idade, Jayne começou a se dedicar a cursos que lhe ajudariam a crescer profissionalmente. À época, por ser uma criança tímida, decidiu fazer aulas de teatro e começou, também, a cantar em igrejas para se familiarizar com a presença do público.

Continua depois da publicidade

Mal sabia ela que, em meados de 2022, a jovem Jayne, considerada uma criança introvertida no passado, encontraria coragem para se apresentar diante de 12 mil pessoas na Festa do Peão de Barretos, em São Paulo.

Jayne quando ainda era apenas um bebê (Foto: Arquivo pessoal)

A garota recorda que nunca tinha viajado tão longe para fazer um show, tampouco de ter visto tanta gente à espera da apresentação dela. Apesar de ter sido um dia para ficar na memória, Jayne ainda pretende voltar ao lugar que fez o coração dela bater mais forte.

— Eu cantei em um palco menor, mas tenho o grande sonho de ainda cantar no palco principal algum dia — ressalta a catarinense.

A mãe virou até estilista

Depois que Jayne demonstrou talento e vocação para a música, os pais decidiram sair da banda que construíram juntos para investir na carreira da filha, ainda na infância. A catarinense conta que a família sempre a apoiou nesse universo e que ter essa “base” foi essencial para que ela conseguisse correr atrás do próprio sonho.

Continua depois da publicidade

As roupas usadas por Jayne, por exemplo, são, em sua maioria, criadas pela própria mãe, Marli Cristina Mariani, que não se importa em passar horas montando as peças de acordo com o estilo da filha, que já conhece melhor do que ninguém.

— Eu digo que a minha mãe é minha estilista. É ela quem prepara todos os meus looks para os meus shows. Inclusive, alguns usados em AgroPaty foi ela quem fez ou ajudou a escolher. Ela que está nessa mão de obra — conta Jayne, orgulhosa.

Um dos instrumentos que a jovem toca é o violão (Foto: Divulgação)

Com o apoio da família, Jayne também já aprendeu a tocar diferentes instrumentos musicais: violão, guitarra, ukulele. Agora, ela conta que está se arriscando na bateria. Tudo isso porque o lançamento de “AgroPaty” promete ser apenas o começo de uma carreira com diferentes músicas autorais.

No projeto atual dela, há mais sete músicas escritas por Jayne e que devem ser divulgadas a cada 30 dias pela mais nova artista do mundo sertanejo. Todas elas contam, inclusive, com videoclipes, garante a catarinense.

Continua depois da publicidade

Prestes a encerrar o Ensino Médio, Jayne ainda terá um ano inteiro para se dedicar ao lançamentos dos hits no decorrer de 2024. Fã de carteirinha de Luan Santana, a jovem, no entanto, já projeta o que espera de um futuro mais distante.

Para ela, o objetivo já está bem definido.

— Quero levar alegria para as pessoas através da música e conseguir realizar o meu sonho de ser uma cantora reconhecida no Brasil — finaliza.

*Sob supervisão de Augusto Ittner

Leia também

Sonho de Hollywood leva jovem de SC a encenar com JLo e surgir até em clipe da Dua Lipa

Sucesso relâmpago faz jovem do interior de SC virar estrela de marcas internacionais

Destaques do NSC Total