nsc
an

Emoção

Golfinho ameaçado de extinção é salvo de rede de pesca em São Francisco do Sul

Toninha é uma das espécies mais ameaçadas de extinção do planeta e salvamentos bem-sucedidos são raros

19/09/2021 - 07h56 - Atualizada em: 19/09/2021 - 08h01

Compartilhe

Sabrina
Por Sabrina Quariniri
Animal resgatado se tratava de uma fêmea de 95 cm
Animal resgatado se tratava de uma fêmea de 95 cm
(Foto: )

Um golfinho Toninha, espécie em extinção no Brasil, foi resgatado com vida na Praia Grande, em São Francisco do Sul, na manhã de quinta-feira (16). O animal foi salvo em uma ação conjunta entre o Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia Santos, Base Univille e o Projeto Toninhas do Brasil.

> Receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

A fêmea, de 95 centímetros, estava enroscada em um pedaço de rede de pescas e foi localizada durante um monitoramento de rotina em praias da região. Após o resgate, a equipe montou uma base móvel com uma piscina para realizar o atendimento ao mamífero.

Profissionais montaram uma piscina para atender o golfinho
Profissionais montaram uma piscina para atender o golfinho
(Foto: )

De acordo com a veterinária Giulia Lemos, a toninha apresentava sinais de estresse decorrentes do emalhe e posterior encalhe, mas estabilidade na respiração e batimentos cardíacos.

”A toninha recebeu tratamento preventivo para afogamento e foram coletadas amostras de sangue e fezes. Uma marcação foi realizada na nadadeira dorsal para identificação do indivíduo, em caso de reavistamento”, explica a veterinária.

O acompanhamento pela equipe de veterinários e biólogos durou cerca de três horas e, em seguida, foi realizada a soltura do animal, nas águas calmas da praia de Enseada. Por causa do tempo e da chuva fraca que não deu tréguas, antes de ser devolvida às águas, a toninha foi batizada de “Garoa”.

Momento de emoção

Os profissionais que se empenharam no resgate ao golfinho resumiram o momento como emocionante e histórico. Isso porque, desde 2015, esse foi o primeiro atendimento de toninha viva com soltura imediata realizado pelo projeto de monitoramento da Univille.

A coordenadora geral do PMP-BS/Univille, Jenyffer Vierheller, comenta que este tipo de operação envolve uma logística específica, exigindo rápida mobilização de profissionais e equipamentos.

Ela explica que o principal risco à espécie, que no Brasil está listada como “criticamente em perigo”, é a captura incidental em redes de pesca.

“Essa situação nos lembra o quanto precisamos discutir soluções entre pesquisadores e sociedade, para a proteção da toninha e dos ecossistemas costeiros. O salvamento e sucesso desta operação é uma grande vitória. Gratidão a todos os excelentes profissionais envolvidos,” comenta Jenyffer, que frisa que a toninha é um dos golfinhos mais ameaçados de extinção do planeta e salvamentos bem-sucedidos são raros.

Assista ao momento do salvamento

Leia também

Mulher que foi esfaqueada pelo ex e morreu a caminho do hospital é identificada em SC

Assassinato de bombeiro em Florianópolis gera mobilização nas redes sociais: "Perdemos um herói"

Professor é indiciado por compartilhar pornografia infantil com alunos em SC

Colunistas