Um golpe do Pix em uma escola de dança de Florianópolis mobilizou helicóptero da Polícia Militar, fechou ruas do bairro Trindade e suspendeu as aulas do local na noite desta segunda-feira (27). Segundo a PM, a informação inicial era de um assalto à mão armada com refém, o que não se concretizou durante a ocorrência.

Continua depois da publicidade

Receba notícias da Grande Florianópolis pelo Whatsapp

Conforme contou uma funcionária do local ao jornal Hora de SC, ameaças foram feitas por telefone, quando também foi informado à vítima que uma pessoa com características definidas pelo golpista entraria armada na escola caso a transferência não fosse realizada. A pessoa citada entrou na instituição minutos após o telefonema, no entanto sem ter relação com o suposto assalto.

Logo após a situação, que aconteceu por volta das 19h, as aulas desta segunda que aconteceriam na escola, localizada na Rua José Batista Rosa, foram canceladas. Alunos receberam uma mensagem rápida pelo WhatsApp de “não venha à escola”, segundo relatos.

A vítima, conforme a PM, ficou abalada emocionalmente e não conseguiu prestar depoimento aos policiais. Ela irá depor em outro momento. Uma varredura foi feita no local.

Continua depois da publicidade

Como evitar golpes do Pix

Vídeo mostra ação polícia

O golpe

Conforme o comandante da PM do bairro, Renato Thiesen, o golpe do Pix feito por telefone é comum, e os golpistas costumam dizer que vão invadir o local, caso a transferência em dinheiro não seja realizada.

O tenente-coronel, Dhiogo Cidral, alerta para a situação e orienta as pessoas a ignorarem a ligação e não realizarem nenhuma transferência.

Veja dicas da polícia para não cair em golpes

Mudar o limite do Pix

Trata-se de uma medida que visa diminuir possíveis prejuízos. Assim, a quantidade de dinheiro que pode ser movimentada de forma instantânea é menor. Dependendo do horário e da instituição bancária, crimosos podem tirar até R$ 35 mil em uma simples transferência.

Segurança dos aplicativos bancários

Também é fundamental estar atento em relação alguns aspectos em relação à segurança dos apps bancários, principalmente no seu smartphone.

Continua depois da publicidade

Nunca anote senhas de acesso ao banco em blocos de notas, e-mails ou outros locais no smartphone. Também não utilize o recurso de lembrar ou salvar senhas para navegadores e sites. Sempre faça o bloqueio da tela de início do celular.

Cuidado com os dados pessoais

Nunca forneça dados pessoais ou realize atendimentos bancários de ligações recebidas no telefone. Caso seja urgente, ligue para o número do banco ou vá pessoalmente na agência.

Leia também

Primeira a receber vacina bivalente em SC, religiosa de 100 anos é apaixonada por música: “Feliz com a vida”

Apenas uma a cada 10 crianças se vacinou com duas doses contra Covid em Florianópolis

Homem morre eletrocutado ao tentar furtar fios de energia em Florianópolis

Destaques do NSC Total