publicidade

Repercussão negativa

Governadores criticam Bolsonaro após presidente chamar nordestinos de "paraíba"

Em encontro com jornalistas estrangeiros, presidente disse a Onyx Lorenzoni que "não tem que ter nada" com o chefe do Executivo maranhense, Flávio Dino (PCdoB)

20/07/2019 - 15h49 - Atualizada em: 20/07/2019 - 16h22

Compartilhe

Por GaúchaZH
(Foto: )

Os governadores dos oito Estados do Nordeste brasileiro divulgaram, nesta sexta-feira (19), uma carta em que mostram "indignação" e exigem "esclarecimentos" de Jair Bolsonaro após o presidente ter uma fala sua, em que chama pessoas da região de "paraíba", captada por microfones.

Sem que percebesse, Bolsonaro teve uma fala sua gravada durante café da manhã com jornalistas estrangeiros no Palácio do Planalto. Dirigindo-se ao ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, o presidente criticou o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB):

— Daqueles governadores de "paraíba", o pior é o do Maranhão. Não tem que ter nada com esse cara.

Na carta, divulgada na noite desta sexta, os governadores do Nordeste repudiaram a fala de Bolsonaro. No texto, afirmam que receberam "com espanto e profunda indignação a declaração do presidente da República transmitindo orientações de retaliação a governos estaduais, durante encontro com a imprensa internacional".

Em sua rede social, Flávio Dino também se manifestou sobre o ocorrido: "Parece chamar todos os nordestinos de 'paraíba' e me ameaça, com estranha raiva. Lamento e espero explicações, pois isso é algo realmente inédito e incompatível com a Constituição", escreveu o governador do Maranhão.

Leia abaixo a íntegra da carta:

19 de Julho de 2019

Nós governadores do Nordeste, em respeito à Constituição e à democracia, sempre buscamos manter produtiva relação institucional com o Governo Federal. Independentemente de normais diferenças políticas, o princípio federativo exige que os governos mantenham diálogo e convergências, a fim de que metas administrativas sejam concretizadas visando sempre melhorar a vida da população.

Recebemos com espanto e profunda indignação a declaração do presidente da República transmitindo orientações de retaliação a governos estaduais, durante encontro com a imprensa internacional. Aguardamos esclarecimentos por parte da presidência da República e reiteramos nossa defesa da Federação e da democracia.

RENAN FILHO – Governador do Estado de Alagoas

RUI COSTA – Governador do Estado da Bahia

CAMILO SANTANA – Governador do Estado do Ceará

FLÁVIO DINO – Governador do Estado do Maranhão

JOÃO AZEVÊDO – Governador do Estado da Paraíba

PAULO CÂMARA – Governador do Estado de Pernambuco

WELLINGTON DIAS – Governador do Estado do Piauí

FÁTIMA BEZERRA – Governadora do Rio Grande do Norte

Deixe seu comentário:

publicidade