nsc
dc

Atualização

Governo de SC divulga regras para abertura de academias e shoppings; Estado tem 1.091 casos de coronavírus

Outras duas pessoas morreram por coronavírus; óbitos ocorreram em Florianópolis e Pouso Redondo, no Vale do Itajaí

21/04/2020 - 17h40 - Atualizada em: 21/04/2020 - 21h25

Compartilhe

Clarissa
Por Clarissa Battistella
João Lucas
Por João Lucas Cardoso
governo informa regras de atividades que foram flexibilizadas
Governo apresenta dados sobre leitos de UTI disponíveis para pacientes com Covid-19
(Foto: )

Um dia depois de anunciar a flexibilização de atividades antes consideradas não essenciais para o período de pandemia do coronavírus em Santa Catarina, como academias, centros comerciais e restaurantes, o governo do Estado divulgou, em coletiva de imprensa nesta terça-feira (21), as regras que vão nortear a abertura dos setores a partir de amanhã (22).

> Em site especial, saiba tudo sobre o novo coronavírus

Na mesma transmissão, o governador Carlos Moisés da Silva (PSL) também atualizou o número de casos em Santa Catarina.

São duas novas mortes por coronavírus, uma em Florianópolis, de um homem de 53 anos que não fazia parte de grupo de risco, e outra em Pouso Redondo, no Vale do Itajaí, de um homem de 49 anos. Com isso, o número de óbitos sobe para 37. Já o número de pacientes positivados para a doença aumentou para 1.091. Em relação ao dia anterior, são 28 diagnósticos positivos para a infecção a mais.

> Dagmara Spautz: "Governo lava as mãos e entrega aos catarinenses a responsabilidade de enfrentar o coronavírus"

Hospitalizados em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), estão 102 pessoas. Dessas, 66 fazem uso de ventilação mecânica para respirar. Entre os pacientes que passaram por leitos de tratamento intensivo com confirmação ou suspeita de coronavírus no estado, 156 deram alta para leitos de enfermaria até esta terça-feira, informou o Estado.

Em UTI
(Foto: )

Os municípios com mais pacientes com Covid-19 são Florianópolis, que registra 240 casos, seguido de Joinville com 100, Blumenau com 81, Camboriú com 60 e Balneário Camboriú com 59. Com mais de 30 casos também aparece Criciúma com 46, Itajaí com 45, São José com 44, Brusque com 36 e Tubarão com 33. Em relação ao número de mortes, Florianópolis e Criciúma se igualam, com quatro registros em cada.

> Renato Igor: "O terror no Amazonas serve de alerta para Santa Catarina"

- Desde a identificação de contágio comunitário, em 17 de março, tomamos precauções, conseguimos estancar o nível de contágio e hoje colhemos os frutos disso. Temos ciência que números vão aumentar, que a saída (da quarentena) vai aumentar o número de infectados. De forma transparente estamos preparando estruturas de saúde para enfrentar o inimigo de todos nós, que é o coronavírus. Para isso você precisa ser parceiro do Estado - comentou o governador.

> Confira a lista de lives programadas para hoje

Essa "parceria", que Moisés solicitou a população, significa, segundo ele, tirar de circulação todas as pessoas que pertencem aos grupos de risco: idosos acima de 60 anos, imunodeprimidos, hipertensos, diabéticos, tabagistas, gestantes e obesos.

- Estamos neste processo, temos de estar imanados. Não estamos brincando e estamos falando de vidas e de pessoas - completou Moisés.

Veja a evolução do coronavírus em SC

Veja as regras das atividades

Três novas portarias serão publicadas no Diário Oficial do Estado nesta terça-feira, com a regulamentação das atividades que estão paradas desde que foi decretada situação de emergência em SC, informou o secretário de Saúde, Helton Zeferino. Algumas regras básicas foram antecipadas pelo secretário, que reforçou, no entanto, a possibilidade de revogação da liberação das atividades a qualquer tempo, conforme evolução do vírus no estado:

- Estas prerrogativas de atuação, a qualquer momento, podem ser revistas pelo governo do Estado, em avaliação de ocupação de taxas de leitos. Lembrando que o governo do Estado reúne informações em diferentes cenários e estudos que temos para tomar melhores decisões.

Restaurante

- O uso de máscaras é obrigatório quando o cliente entrar no estabelecimento, assim como a higienização das mãos, imediatamente após a entrada com álcool em gel ou água e sabão, para quem disponibiliza pias na entrada.

- Afastamento entre as pessoas é de um metro e meio de raio.

Shopping center

- Higienização das mãos em todas entradas;

- Uso obrigatório de máscaras;

- Redução de horário de atendimento das 12h às 20h de segunda a domingo, com exceção para as praças de alimentação, que seguem até às 22h;

- Afastamento de um metro e meio de raio, especialmente em praças de alimentação;

- Uso de elevadores apenas para quem necessita. A recomendação é que clientes usem escadas rolantes ou normais;

- Lojas de maquiagem estão proibidas de fazer prova dentro dos estabelecimentos. Lojas de roupas também não devem permitir prova de mercadorias;

- Cinemas seguem fechados, devido a dificuldade de ventilação e possibilidade de aglomeração;

Academia

- Higienização das mãos;

- Tempo máximo de permanência dentro dos estabelecimentos;

- Limpeza contínua de equipamentos.

Esportes coletivos

- Artes marciais autorizados desde que não seja executada em ação coletiva e com contato físico;

- Futebol, vôlei e qualquer outra atividade coletiva seguem proibidas.

Praias e parques

A liberação de ambientes de praias e parques permite, apenas, a prática esportiva e individual, seguindo regras de afastamento, segundo Zeferino. A permanência no local continua proibida.

Colunistas