nsc
santa

Violência contra a mulher

Homem é preso por abuso sexual em terapias com ayahuasca, em Blumenau

Polícia pede que vítimas procurem a Delegacia da Mulher para novas denúncias 

05/03/2020 - 12h38 - Atualizada em: 09/03/2020 - 08h31

Compartilhe

Bianca
Por Bianca Bertoli
Operação Marias ocorre em todo o estado
Operação Marias ocorre em todo o estado
(Foto: )

Um homem foi preso preventivamente em Blumenau suspeito de abusar sexualmente de mulheres durante sessões de terapia com ayahuasca. Ele atuava na cidade há cerca de três anos.

A prisão foi concluída no começo da tarde desta quinta-feira (5) após investigações da Delegacia de Proteção à Criança, Mulher, Adolescente e Idoso (DEPCAMI). Para o delegado David Sarraff, há suspeita de que ele tenha cometido violações sexuais mediante fraude, importunações sexuais e estupros de vulneráveis.

Leia mais: Operação Marias prende 18 pessoas em SC por crimes de violência doméstica contra mulheres

Segundo a polícia, o homem atraía e selecionava pacientes para sessões individuais no suposto espaço de terapia. Ele faria uso de substância e outros métodos que retiravam total ou parcialmente a consciência e a capacidade de discernimento da vítima.

Com a vulnerabilidade delas, de acordo com a polícia, ele cometia os atos sem consentimento. Ao menos 15 mulheres teriam sofrido abusos. Três delas já fizeram o registro na Depcami. O delegado pede que outras vítimas procurem a delegacia, no bairro Velha, para oficializar as denúncias.

— Salientando que será dado o devido atendimento e resguardado o sigilo sobre a identidade das vítimas — destacou Sarraff.

Operação Marias

Desde o início da manhã desta quinta, a Polícia Civil de Blumenau tem participado da Operação Marias, que aconteceu em todo o Estado com a fiscalização e cumprimento de 102 medidas protetivas de urgência.

A operação tem o objetivo de fiscalizar as medidas e cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão de autores de crimes cometidos com o emprego de violência doméstica e familiar contra a mulher.

Esclarecimento

Até as 9h20min de segunda-feira (9), o texto citava que o chá de ayahuasca é conhecido como o chá do Santo Daime. Porém, a prática adotada pelo terapeuta não tem relação com a doutrina do Santo Daime. O texto da notícia foi atualizado.

Colunistas