nsc
an

No Paraná

Homem encontra pasta com quase R$ 30 mil na rua e devolve para o dono

Responsável pelo dinheiro deixou a pasta no teto do carro e não percebeu quando ela caiu na rua

24/06/2021 - 06h00 - Atualizada em: 24/06/2021 - 10h01

Compartilhe

Redação
Por Redação AN
Homem recuperou o dinheiro e devolveu ao dono
Dinheiro recuperado era de empresa cujo dono morreu vítima da Covid-19
(Foto: )

Um ato de honestidade salvou uma empresa lutando para seguir no mercado após o dono morrer por Covid-19. Depois de encontrar na rua uma pasta com R$ 28,5 mil, um morador de Paranavaí, no Paraná, conseguiu localizar o responsável pelo dinheiro e devolver tudo que encontrou. As informações são do G1 PR.

> Acesse para receber notícias da região Norte de SC pelo WhatsApp

O prestador de serviços André Pereira Ferrari caminhava por uma avenida da cidade quando viu a pasta caída no meio da pista. Ao G1, ele contou que um carro chegou a passar por cima da pasta e o dinheiro se espalhou. Outros veículos pararam e ele conseguiu juntar tudo que estava no chão:

- Fiz o meu serviço e pensei ‘depois eu volto e procuro quem é o dono’. Achei um telefone na pasta e liguei para o dono do dinheiro.

O dinheiro perdido era de Cícero Ferreira dos Passos, que em um momento de distração deixou a pasta no teto do carro e saiu sem perceber quando ela caiu. Na pasta estavam dois envelopes com R$ 4 mil cada, quatro cheques de R$ 5 mil e mais um cheque de R$ 500.

O valor era da empresa do cunhado de Cícero, que havia falecido por Covid-19 cerca de dez dias antes. Para manter a empresa funcionando, Cícero estava ajudando a irmã.

- Fiz o trajeto de onde perdi a pasta, procurei com os comerciantes, para ver se conseguia encontra-la, também entrei em contato com o pessoal da Guarda Municipal, da Polícia Militar, fui muito bem recebido por todos. Estava indo fazer o boletim de ocorrência para poder tentar sustar os cheques - disse Cícero ao G1 PR.

Em desespero pensando o que faria sem o dinheiro, ele acabou surpreendido pela ligação de André, com a pasta e todo o conteúdo.

- Foi um alívio muito grande, é um valor expressivo e que pode fazer a diferença na vida de muita gente. Só tenho a agradecer a Deus por terem colocado uma pessoa de bom caráter e honesta no meu caminho. Ele só estava preocupado em devolver a pasta - contou Cícero.

Leia também

Joinville tem seis bairros com mais de 50 casos ativos de coronavírus; veja a lista

Joinville prepara troca de cesta básica por cartão; novo benefício pode ser criado

Caso Lázaro: aplicativo desenvolvido em Joinville pode ajudar na caçada por serial killer​​

Colunistas