nsc
dc

Polícia

Homem encontra uma pessoa morta e outra pendurada em árvore em Campos Novos

Caso ocorreu na manhã de terça-feira (3) no interior da cidade, no Oeste de SC; polícia já iniciou investigações

04/08/2021 - 15h35 - Atualizada em: 04/08/2021 - 16h02

Compartilhe

Catarina
Por Catarina Duarte
Por Luana Amorim
Uma das vítimas chegou a ser encaminhada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos
Uma das vítimas chegou a ser encaminhada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos
(Foto: )

Um caso chocante chamou a atenção dos moradores de Campos Novos, no Meio-Oeste catarinense, na manhã desta terça-feira (3). Um homem foi encontrado morto e outro pendurado em uma árvore no interior do município. A polícia iniciou as investigações.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

O caso ocorreu por volta das 9h30. Segundo a Polícia Militar (PM), dois homens deram entrada em um hospital de Capinzal, cidade vizinha a Campos Novos, com lesões graves. Familiares contaram que ambos moravam na localidade de Barra do Leão.

Uma testemunha, então, disse que estava passando com o gado no interior de uma propriedade particular, quando viu o homem pendurado pelo pescoço na árvore, enquanto o outro estava caído próximo a uma motocicleta. O homem pediu por ajuda e levou os dois até o hospital. 

Um dos envolvidos, de 41 anos, estava com lesões na cabeça e foi encontrado pela polícia desacordado, sob efeito de medicamento. Já o segundo, de 34 anos, foi encaminhado ao hospital em Joaçaba, município próximo a Campos Novos, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade. O nome dele não foi divulgado. 

Polícia deve ouvir testemunhas nesta quarta 

A Polícia Civil instaurou um inquérito para apurar o caso. A suspeita é de que tenha ocorrido um homicídio seguido de tentativa de suícidio. Segundo o delegado Luís Eduardo Machado, o suposto autor, que foi encontrado na árvore, permanece internado.

— No local só estavam duas pessoas: o autor e a vítima. Como o suspeito ainda está internado, não temos as versões dos envolvidos. Mas nesta quarta-feira vamos ouvir familiares e amigos para tentar entender o que aconteceu — explica. 

O delegado também aguarda o resultado do laudo cadavérico para entender a causa da morte. Além disso, equipes do Instituto Geral de Perícias (IGP) também estiveram no local realizando a perícia. A previsão é que o inquérito seja concluído em até 30 dias. 

Leia também:

Idoso que estava desaparecido é encontrado morto em açude de Lages

O que se sabe sobre o caso do corpo sem cabeça encontrado no Norte de SC

Facção criminosa de Joinville é alvo de operação com foco em presídios

Colunistas