nsc
    santa

    Indenização

    Homem que teve R$ 10 mil transferidos de conta bancária sem autorização será indenizado em SC

    O banco, condenado por danos morais, terá de pagar R$ 5 mil ao cliente

    11/12/2020 - 16h04 - Atualizada em: 11/12/2020 - 16h41

    Compartilhe

    Catarina
    Por Catarina Duarte
    Banco levou cinco dias para devolver o valor ao cliente
    Banco levou cinco dias para devolver o valor ao cliente
    (Foto: )

    Um homem que teve R$ 10 mil transferidos de sua conta bancária sem autorização terá que ser indenizado pelo banco em Camboriú. Condenado por danos morais de forma unânime pela 3ª Turma de Recursos do município, o Bradesco deverá pagar R$ 5 mil ao homem.

    O caso aconteceu em fevereiro de 2018. Ao tirar um extrato da conta, o cliente percebeu que o dinheiro tinha sumido. Segundo a defesa dele, a quantia transferida era o saldo total da conta. Um boletim de ocorrência chegou a ser registrado na após o “sumiço”.

    O cliente entrou com a ação alegando ter sofrido psicologicamente com a situação, que só foi resolvida após cinco dias de diligências no banco. O banco reconheceu o erro, mas recorreu alegando que não havia dano pelo fato de o dinheiro ter sido devolvido.

    > Médica morre por complicações de Covid-19 em São Bento do Sul

    Para o relator do recurso, o juiz Marcelo Pons Meirelles, a falha e demora na solução do problema justificam a indenização.

    "A fornecedora impôs sofrimento ao autor mediante a falha na prestação de serviço e privação temporária dos valores que lhe pertenciam, o que, inclusive conforme a jurisprudência recente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, caracteriza abalo moral indenizável", afirmou Meirelles na decisão.

    A reportagem procurou o banco Bradesco por meio de sua assessoria e do advogado que representou a instituição no caso, mas não obteve resposta até a publicação deste texto.

    Leia mais: 

    ​​Quer receber notícias por WhatsApp? Inscreva-se aqui​

    Roda gigante de Balneário Camboriú abre nesta sexta-feira com restrições devido à pandemia

    Casan é condenada a pagar R$ 200 mil e ressarcir consumidores em SC

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas