A turista brasileira Tatiele Ribeiro Lemos, de 38 anos, foi baleada durante um assalto a uma loja de artigos esportivos na Times Square, em Nova York, nos Estados Unidos. Tudo ocorreu na quinta-feira (8). O autor, um venezuelano de 15 anos, foi preso na manhã de sexta-feira (9). As informações são do g1.

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do NSC Total pelo Google Notícias

Tatiele foi encaminhada ao hospital NYC Health + Hospitals/Bellevue, onde recebeu atendimento e já teve alta. Ela deu entrevista à rede norte-americana NBC, onde afirmou que estava “na hora errada, no momento errado”.

— Na hora, eu ouvi um estrondo muito forte. Comecei a passar a mão no meu corpo e então olhei para minha perna e vi sangue escorrendo, mas consegui ficar calma. Acredito que isso foi apenas um incidente infeliz, poderia ter acontecido em qualquer lugar do mundo — contou.

Enquanto todo mundo começou a correr, ela lembra que conseguiu se arrastar para o funda da loja e chamar ajuda. Ela foi socorrida e levada a uma sala reservada, e em seguida ao hospital. Ela levou 13 pontos.

Continua depois da publicidade

Segundo a polícia de Nova York, o atirador é um imigrante da Venezuela, de 15 anos. Ele entrou nos EUA em setembro. A prisão ocorreu em Yonkers, no estado de Nova York, após passar a noite foragido.

— Em menos de 24 horas, nossa equipe removeu das ruas um sujeito bem violento que não tem nenhum receio de atirar uma arma no meio de uma multidão de pessoas — disse Jason Savino, capitão assistente de investigação da polícia de Nova York.

"Hora errada, no momento errado": Turista brasileira é baleado em assalto a loja em Nova York
Adolescente de 15 é o atirador, diz polícia de NY (Foto: NBC, Reprodução)

Como ocorreu o assalto

A loja foi assaltada por volta das 19h, no horário local (21h no horário de Brasília). Três assaltantes, todos menores de idade, segundo John Chell, chefe de Patrulha da Polícia de Nova York, invadiram o estabelecimento, que fica na Times Square, famosa rua da cidade norte-americana. Dois deles foram capturados ainda no local e têm 15 e 16 anos. Segundo Chell, os três frequentaram a mesma escola.

Eles furtavam roupas quando foram abordados por uma segurança da loja. Descobertos, um deles puxou uma arma calibre .45 e atirou na segurança. O tiro, no entanto, acertou a perna esquerda de Tatiele.

Continua depois da publicidade

Um dos suspeitos foi pego ainda dentro da loja, mas dois conseguiram sair correndo do local. Outro foi pego logo depois, e o terceiro, o atirador, foi preso na manhã de sexta (9). Ele foi perseguido por um policial pelas ruas de Nova York, e chegou a atirar no agente, que não revidou, pois havia muitas pessoas.

Segundo a polícia, o atirador estava hospedado em um abrigo temporário na Rua 70ª Oeste. Ele também é suspeito de um roubo à mão armada no Bronx em 27 de janeiro e outro incidente em Manhattan, quando tiros foram disparados e cápsulas de .45 foram recuperadas.

Leia também

Filha de motociclista morto em Joinville lamenta morte do pai: “Fazia tudo para nos ver feliz”

Mulher é presa no aeroporto de Florianópolis com 4 kg de cocaína “colados” ao corpo

Destaques do NSC Total