nsc
nsc

Impact Hub

Impact Hub abraçando a diversidade e a inclusão da comunidade LGBTQIA+

Conheça o case do evento Impact Vale e o que a empresa aprendeu com ele

17/12/2021 - 17h29

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
Impact Hub abraçando a diversidade e a inclusão da comunidade LGBTQIA+
Impact Hub
(Foto: )

Foi em abril de 2021 que o primeiro Impact Vale – evento organizado por pessoas LGBTQIA+ – foi ao ar. Mas a história do projeto começa antes disso, com um dos colaboradores da Impact Hub.

Há quase dois anos no Impact Hub Floripa, Heitor Cameu, diretor de arte do time de comunicação, se sentia incluído e aceito pela instituição e pelo time que o cercava. Mas isso não significava dizer que a empresa já tinha percorrido toda a trajetória da inclusão. Sempre há melhorias a fazer. Heitor, por exemplo, sentia falta de ter um espaço seguro para trocas e conversas mais profundas entre pessoas que, como ele, integram a comunidade LGBTQIA+.

Dessa vontade e necessidade do Heitor surgiu a consciência de que, apesar de sempre considerar a diversidade e a inclusão entre o time, era preciso ouvir mais sobre o tema.

Alteridade > empatia: a importância de ouvir

Um dos aprendizados que saltou aos olhos: o da alteridade. Nos últimos tempos, a palavra empatia ganhou popularidade e virou uma bandeira. Colocar-se no lugar do outro e tentar entender cada jornada. Mas empatia é, de fato, um exercício imaginário.

Alteridade, por sua vez, é capacidade de reconhecer a pessoa como ela é, e todas as diferenças que existem entre você e a pessoa. Além do reconhecimento da diferença, a alteridade propõe um respeito ético ao outro como ser singular. E só há uma forma de tornar isso realidade: ouvir, em vez de imaginar.

No caso do Impact Vale, essa necessidade particular do Heitor foi percebida e expressa durante uma das dinâmicas mais tradicionais do Impact Hub Floripa: a jornada de impacto. A jornada é esse momento único entre gestor e colaborador, desenhado para incentivar o autoconhecimento dos(as) liderados(as) e aprofundar a relação entre as pessoas que compõem a instituição.

Em quais outras ações de D&I podemos nos inspirar?

Este foi um dos cases que o Impact Hub Floripa tirou do papel e tornou realidade. Você pode ler mais sobre ele e sobre outros cases de outros impact hubs no E-book Guia prático de Diversidade e Inclusão para negócios de impacto, feito pelo Impact Hub Brasil, em parceria com os Hubs de Floripa, Brasília, Curitiba, Manaus, Recife e São Paulo.

O material também tem um glossário criado pela Singuê e pode ser baixado aqui.

Leia também:

E o que sobra para o futuro?

Empresa catarinense de software aposta em humanização para engajar colaboradores

Pelo terceiro ano consecutivo, cooperativa catarinense conquista posição de destaque no ranking GPTW

Colunistas