nsc
an

PRIMEIRO CASO EM SC

Infecção pela variante Delta do coronavírus é investigada em Joinville

Pacientes tiveram contato com uma pessoa contaminada pela cepa em abril; Se confirmado, esses serão os primeiros casos em SC

12/07/2021 - 09h02 - Atualizada em: 13/07/2021 - 07h32

Compartilhe

Catarina
Por Catarina Duarte
Pelo menos 20 casos de infecção pela variante Delta foram confirmados no Brasil
Pelo menos 20 casos de infecção pela variante Delta foram confirmados no Brasil
(Foto: )

A prefeitura de Joinville investiga possíveis casos de infecção pela variante Delta do coronavírus. Um dos paciente é uma mulher que esteve em abril em uma reunião familiar no Paraná. Uma das pessoas presentes foi diagnosticada com a cepa. Às 15h, a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE/SC) informou que analisa mais um caso. Se confirmado, esses serão os primeiros casos em Santa Catarina. 

> Receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

> Gestante de 42 anos é 1ª pessoa a morrer pela variante Delta no Brasil

A investigação começou no dia 6 de julho após a prefeitura ser informada sobre o caso no estado vizinho. A paciente, que é moradora de Joinville, está bem. A análise que pode confirmar a infecção está sendo feita com material recolhido em abril, quando a mulher apresentou os sintomas. Não há um prazo para a confirmação do resultado.

Além da mulher, um homem que esteve com ela no Paraná também tem suas amostras analisadas. Diferente da paciente, ele não testou positivo para Covid-19. Três moradores de Joinville que tiveram contato com o casal na época do contato e testaram positivo para a doença ficaram em isolamento por 14 dias. Não foi informado o motivo pelo qual as amostras deles não serão analisadas.

No Brasil, a variante foi registrada pela primeira vez há cerca de um mês. Ao todo, 20 casos foram notificados pelo Ministério da Saúde. O Paraná é o que mais tem confirmações, com sete casos relatados até o momento.

O avanço da variante tem sido motivo de preocupação pelo mundo. Além da Índia, onde ela foi detectada pela primeira vez, a variante é considerada predominante em pelo menos mais quatro países: Reino Unido, Israel, México e Bélgica.

> Teve reação à vacina da Covid? Veja o que fazer

Estudos têm demonstrado que as vacinas Astrazeneca e Pfizer são eficazes contra a variante. A fabricante do imunizante Janssen também garantiu a proteção contra a cepa. Análises ainda tentam descobrir se a Coronavac é segura contra a Delta.​

Leia também 

SC pode acabar com decreto de combate à pandemia; entenda melhor

Efeitos colaterais da Janssen; veja as reações mais relatadas

Ritmo da vacinação contra a Covid-19 em SC é insuficiente para cumprir o calendário

Educação, vacinas e máscaras: como será Santa Catarina após a pandemia?

Colunistas