A próxima temporada de cruzeiros em Itajaí, no Litoral Norte de Santa Catarina, deve movimentar mais de R$ 85 milhões. Essa é a previsão da prefeitura, e representa 40% a mais do que na temporada passada. O número expressivo deve ser alcançado por causa do aumento de escalas na cidade — que vai passar de 25 para 40. Isso significa 60% a mais do que a anterior, que já foi considerada a maior da história de Itajaí.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Itajaí e região pelo WhatsApp

O encontro para análise do desempenho da última temporada e projeção da próxima ocorreu na semana passada, com a presença da Secretaria de Turismo e Eventos, Porto de Itajaí, operadores turísticos e representante da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos. O secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e de Turismo e Eventos de Itajaí se mostrou otimista:

— O resultado da temporada 2022/2023 foi tão positivo que as empresas confirmaram um aumento expressivo nas escalas. Itajaí mostrou potencial como destino turístico de transatlânticos e estamos nos organizando para garantir o sucesso da temporada 2023/2024, com reuniões para detalhar como será o receptivo e a estrutura.

O que já está certo é que o Centreventos Itajaí continuará como ponto de recepção dos turistas para embarques e desembarques.

Continua depois da publicidade

Itajaí é o único porto de embarque e desembarque no Sul do Brasil que atende os transatlânticos das empresas MSC e Costa Cruzeiros. Na temporada 2022/2023, o município recebeu 24 escalas e mais de 80 mil passageiros passaram pela cidade. A temporada gerou um impacto econômico de mais de R$ 62 milhões. Além disso, o Porto de Itajaí é o único para manutenção dos navios.

Leia mais

“Apagão” deixa 68 mil consumidores sem luz em Balneário Camboriú e região

TCE cobra ação do governo para continuidade e pagamentos de obras do Plano 1000

Destaques do NSC Total