nsc
dc

Partida

Jô Soares ensaiava sua despedida do teatro dias antes de morrer

Previsão era de que o espetáculo chegasse ao Teatro Procópio Ferreira no dia 9 de setembro

05/08/2022 - 17h15

Compartilhe

Folhapress
Por Folhapress
Jô Soares faleceu na madrugada desta sexta-feira (5), em São Paulo
Jô Soares faleceu na madrugada desta sexta-feira (5), em São Paulo
(Foto: )

O ator, diretor, dramaturgo e humorista Jô Soares, morto nesta sexta-feira aos 84 anos, preparava para setembro seu retorno ao teatro com a estreia de "Gaslight - Uma Relação Tóxica".

Receba notícias do DC via Telegram

A peça marcaria o retorno de Jô aos palcos, quatro anos após dirigir e co-estrelar a montagem de "A Noite de 16 de Janeiro", e também sua despedida do teatro.

A peça, escrita pelo inglês Patrick Hamilton, retrata um homem que mantém o controle sobre sua mulher fazendo com que ela duvide de sua própria sanidade ao abaixar as luzes da casa e negar qualquer alteração no entorno.

Mãe de Paulo Gustavo lamenta morte de Jô Soares: “Meu filho te amava”

Adaptada para o cinema em 1940 sob a direção de Thorold Dickinson, a obra, originalmente intitulada "Gas Light", deu origem ao termo "gaslighting" - usado para denominar a ação de um agressor que faz com que sua vítima passe a duvidar de si mesma e de sua sanidade.

A previsão era de que o espetáculo chegasse ao Teatro Procópio Ferreira no dia 9 de setembro, com Erica Montanheiro e Giovani Tozi. 

Leia também

Susana Vieira é internada no Rio de Janeiro para tratar sequelas da Covid-19

Quem são os catarinenses entrevistados por Jô Soares

Colunistas