nsc

publicidade

Crise no Scarpelli

Jogadores do Figueirense mantêm greve e chamam diretoria de mentirosa

Em pronunciamento, atletas desmentem nota oficial emitida pelo clube sobre pagamento de débitos e apresentam pendências  

22/08/2019 - 15h31 - Atualizada em: 22/08/2019 - 21h41

Compartilhe

Kadu
Por Kadu Reis
Carros de jogadores deixam o Orlando Scarpelli
Jogadores deixam o Orlando Scarpelli sem treinar, após entrevista coletiva

Os jogadores do Figueirense vão manter a greve e não treinaram na tarde desta quinta-feira, no Orlando Scarpelli. Os atletas fizeram um pronunciamento para tratar sobre a nota emitida pela gestão do clube durante a manhã, que informava o pagamento de todos os débitos de 2019 até o dia 28 e que foram colocados em dia pendências com funcionários do estádio e CFT.

Todos juntos no interior do Orlando Scarpelli, ao lado da sala de imprensa, os jogadores se pronunciaram. Porta-voz, o capitão Zé Antônio foi enfático ao dizer que os salários dos funcionários foram colocados em dia:

- Foi dito que os salários foram pagos e colocados em dia. Isso é mentira. Foram pagos (salários), mas tem muita coisa para ser resolvida. O significado de pago é quando não se deve mais nada. Mesmo com tudo isso, por irresponsabilidade do diretor de marketing, citou meu nome no comunicado para jogar torcida contra mim e o grupo de jogadores

Em seguida, o grupo detalhou todas as pendências com jogadores, funcionários, categorias de base e integrantes de comissão técnica que já deixaram o Figueirense. Sem responder perguntas dos jornalistas, os atletas informaram que não haveria treinamento e começaram a deixar o Orlando Scarpelli. A presença deles para a partida das 19h de sábado, contra o CRB, continua uma incógnita.

- Saberemos nos próximos dias - falou um dos atletas.

Sub-23 também sofre W.O.

No mesmo horário do pronunciamento do grupo de jogadores em Florianópolis, o Figueirense sub-23 deixava o estádio Ulrico Mursa sem enfrentar o Santos, no litoral paulista, pelo Brasileiro de Aspirantes. O jogo estava marcado para as 15h.

Pendências

A lista de pendências citadas pelos jogadores do elenco profissional é a seguinte:

Base – 10 salários atrasados (juntando 2018 e 2019), CLT de agosto a novembro de 2018, férias e julho de 2019;

Comissões técnicas – novembro e dezembro de 2017, julho, agosto, setembro e novembro de 2018, férias de 2018 e salário de julho de 2019;

Funcionários – outubro, novembro de 2018 e férias de 2018. E sem recolher FGTS há vários anos;

Fornecedores - pendências com empresa de ônibus, cozinha, hotel e lavanderia.

Outro lado

Questionada se essas informações são corretas, a assessoria de comunicação reiterou o conteúdo da nota oficial emitida nesta quinta-feira.

Deixe seu comentário:

publicidade