nsc
an

Imunização

Joinville inicia vacinação da Covid para gestantes e puérperas com comorbidades

Foram disponibilizados 150 horários para agendamento no município

09/06/2021 - 08h02

Compartilhe

Patrícia
Por Patrícia Della Justina
É obrigatória a apresentação de autorização médica para receber o imunizante
É obrigatória a apresentação de autorização médica para receber o imunizante
(Foto: )

Gestantes e puérperas - mulheres que tiveram bebê há menos de 45 dias - que fazem parte do grupo prioritário podem agendar a vacina contra a Covid-19 em Joinville. Foram disponibilizados 150 horários desde as 16h da última terça-feira (8) para agendamento no município. 

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

A imunização será realizada na Sala de Vacinação da Vigilância em Saúde, localizada na rua Abdon Batista, 172, no Centro.

É obrigatória a apresentação de autorização médica para receber o imunizante, conforme orientação do Ministério da Saúde, além dos documentos comprobatórios, conforme o grupo prioritário.

O município esclarece que o agendamento está sendo realizado em um momento distinto dos demais grupos em função da recomendação das autoridades sanitárias pelo tipo do imunizante adequado para este público.

> Joinville abre nova central para vacinação contra a Covid-19

Quais são os grupos prioritários?

Poderão realizar o agendamento para receber o imunizante as gestantes e puérperas que fazem parte dos seguintes grupos:

- Pessoas com comorbidades

Público contemplado: Pessoas com anemia falciforme, talassemia maior, diabetes mellitus, doença cerebrovascular, doença neurológica crônica, doença renal crônica, doença renal crônica em diálise, doença cardiovascular, fibrose cística, hipertensão arterial, imunossuprimidos, obesidade mórbida (IMC maior ou igual a 40), pacientes oncológicos, pessoas com deficiência permanente, pessoas com deficiência, pneumopatias graves, Síndrome de Down e transplantados.

Documentação comprobatória: Atestados ou relatórios médicos que indiquem a comorbidade ou, ainda, prescrição médica, exame ou receita médica em que fique clara a natureza da condição. As receitas médicas devem ter sido emitidas, no máximo, há dois anos atrás.

- Trabalhadores da educação

Público contemplado: Dos Grupos 1 ao 13, incluindo todos os profissionais que atuam com o ensino regular - Educação Especial, Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio e Ensino Superior. Profissionais de outros estabelecimentos, como escolas de idiomas e de atividades esportivas, culturais ou similares não fazem parte deste grupo.

Documentação comprobatória: Crachá, holerite ou declaração assinada pelo gestor da instituição. É obrigatório estar especificada a área de atuação.

- Trabalhadores das forças de segurança pública

Público contemplado: Profissionais das Forças de Segurança Pública incluem os trabalhadores da Secretaria de Estado de Segurança Pública, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Instituto Geral de Perícias, Secretaria de Estado de Administração Prisional e Socioeducativa, Defesa Civil Estadual, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Guarda Municipal, Bombeiros Voluntários e integrantes das Forças Armadas (Marinha, Exército e Aeronáutica) lotados em Santa Catarina.

Documentação comprobatória: Carteira funcional, holerite ou declaração assinada pelo comando da corporação destacando o vínculo ativo e efetivo.

- Trabalhadores da limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos

Público contemplado: Profissionais que atuam com a logística e a operacionalização do serviço de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos, como motoristas, coletores e varredores.

Documentação comprobatória: Holerite, crachá ou declaração assinada pelo empregador comprovando o vínculo e a função.

> Paraná recomenda teste contra Covid para turistas que passaram feriadão em SC

- Trabalhadores do transporte aquaviário

Público contemplado: Profissionais que atuam com a logística e a operacionalização do transporte aquaviário para empresas brasileiras, como marujos e marinheiros.

Documentação comprobatória: Holerite, crachá ou declaração assinada pelo empregador comprovando o vínculo e a função.

- Trabalhadores do transporte coletivo rodoviário de passageiros

Público contemplado: Profissionais que atuam com a logística e a operacionalização do transporte coletivo rodoviário de passageiros, como motoristas e cobradores. Profissionais do transporte coletivo urbano não estão contemplados nesse momento.

Documentação comprobatória: Holerite, crachá ou declaração assinada pelo empregador comprovando o vínculo e a função.

- Caminhoneiros

Público contemplado: Motoristas que atuam no transporte rodoviário de cargas ou mercadorias em caminhões ou similares.

Documentação comprobatória: Holerite, declaração assinada pelo empregador ou Carteira Nacional de Habilitação das categorias C, D ou E com observação EAR (Exerce Atividade Remunerada).

Leia também:

Dengue em Joinville: com 10 mil casos no ano, veja o perfil dos infectados e como se cuidar

Neste ano, 662 pessoas tiveram Covid e também dengue em Joinville

Colunistas