nsc
an

Após susto

Joinville vai alugar robôs para avaliar galerias de água após desabamento

Município vai decretar estado de emergência a fim de inspecionar galerias mais antigas

23/11/2021 - 12h28 - Atualizada em: 23/11/2021 - 13h46

Compartilhe

Por Sabrina Quariniri
Catarina
Por Catarina Duarte
Equipes do IGP e bombeiros estiveram no local do acidente nesta manhã
Equipes do IGP e bombeiros estiveram no local do acidente nesta manhã
(Foto: )

Joinville vai decretar estado de emergência e agilizar a locação de robôs e outras tecnologias para inspeção técnica de galerias de água antigas da cidade. A decisão foi anunciada nesta manhã de terça-feira (23) pelo prefeito Adriano Silva (Novo) após o desabamento de uma calçada durante a abertura de Natal.

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

Conforme o prefeito, conversas já estão sendo feitas para a contratação de uma empresa especializada para fornecer o serviço de tecnologia e dos equipamentos já existentes no país. 

 — Estamos agilizando todo processo pra fazer inspeções técnicas com robôs, afinal, há vários ambientes da obra que a gente não consegue adentrar com os técnicos - garantiu. 

Após a estrutura ceder, mais de 30 pessoas caíram dentro do rio e foram encaminhadas ao hospital com ferimentos. Nesta manhã, equipes do Instituto Geral de Perícias e bombeiros colhiam materiais para perícia no local do acidente.

> Prefeitura de Joinville quer avaliação estrutural em área do acidente

Auditoria

Além deste decreto, outra medida tomada pela prefeitura é, por meio de uma auditoria, dar celeridade às investigações já existentes relacionadas ao rio Mathias e realizar uma perícia interna, com foco nas últimas obras e em galerias antigas, além da realização de estudo estrutural da área atingida. A controladoria municipal deve conduzir os trabalhos

— A auditoria interna é um processo importante para justamente a gente poder levantar todos os laudos, informações de contratos de fornecedores e também o histórico da obra que foi feita e as atividades que ocorreram — disse.

> Evento de Natal em Joinville continuou por não haver feridos graves, diz prefeito

Antes da coletiva de imprensa desta manhã, o prefeito, secretários municipais e vereadores se reuniram para atualizar a situação do acidente. Outra medida que ficou definida é o adiantamento no calendário de vacinação e também apoio psicológico para as vítimas.

O que se sabe até agora

Após vistorias na noite de segunda e terça-feira no local, engenheiros da prefeitura afirmaram que o desabamento aconteceu em um ponto de interseção entre as galerias antigas do rio Mathias e as obras de implantação das comportas, que fazem parte do projeto de cacrodrenagem.

> Polícia Civil investiga causas do acidente no evento do Natal de Joinville

A prefeitura informou que laudos sobre o acidente serão avaliados pela Procuradoria-Geral do município para inclusão na ação condenatória que tramita desde o dia 8 de julho na Vara da Fazenda Pública da Comarca de Joinville. O processo busca o ressarcimento e a reparação por perdas e danos sofridos em decorrência das obras do Rio Mathias.

Em razão do acidente, a avenida Dr. Albano Schulz, no sentido Sul-Norte permanecerá interditada sem previsão de reabertura.

Leia também

Moradores relatam desespero de crianças após queda de calçada em Joinville

Evento de Natal em Joinville continuou por não haver feridos graves, diz prefeito

Colunistas