Uma mulher de 26 anos, moradora de Joinville, morreu em decorrência de dengue nesta sexta-feira (17). Ela é moradora do bairro Jardim Paraíso e é a primeira vítima da doença na cidade em 2023. O óbito foi em uma unidade hospitalar da rede pública.

Continua depois da publicidade

Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

Desde 1º de janeiro de 2023, 736 casos de dengue foram confirmados em Joinville. Conforme a prefeitura, dados do Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa) mostram que a maioria dos focos de dengue está em residências.

Em 2022, Joinville registrou 21,3 mil casos de dengue e 19 óbitos. Por meio das ações de acompanhamento e monitoramento permanentes realizadas pelos servidores da Vigilância Ambiental, mais de 16,4 mil focos do mosquito foram identificados e eliminados.

No ano passado, de acordo com o levantamento nacional, Joinville chegou a ter 21.420 casos de dengue prováveis, como denomina o Ministério da Saúde, se tornando a quarta cidade com mais casos da doença no país. Os números indicam uma incidência de 3.542 casos a cada 100 mil habitantes.

Continua depois da publicidade

A maior cidade de Santa Catarina fica atrás apenas de Brasília (DF), que tem 67 mil casos prováveis neste ano; Goiânia (GO), com 53 mil casos; e Aparecida de Goiânia (GO), com acumulado de 25 mil. Joinville é a única catarinense entre os 10 municípios com mais registros de dengue.

Medidas para evitar a doença

Conforme a prefeitura, a forma mais efetiva de evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti é evitar água parada em locais como pneus, garrafas e demais recipientes. Medidas simples para a eliminação dos focos nas residências ajudam a garantir a segurança de toda a localidade.

A prefeitura, por meio da Vigilância Ambiental, ressalta que tem ações permanentes de combate à dengue focadas nas localidades com mais casos confirmados. Até agora, os bairros, Comasa, Nova Brasília e Floresta registraram o maior número de casos.

A denúncia de focos de dengue pode ser feita por meio do aplicativo Joinville Fácil e também pelos canais de atendimento da Ouvidoria.

Continua depois da publicidade

Leia também

MP arquiva representação sobre dispensa de licitação em Joinville

Morre o advogado e escritor joinvilense Carlos Adauto Vieira, aos 89 anos

Mulher com tornozeleira eletrônica tenta furtar ovos de páscoa e é presa em SC

Destaques do NSC Total