Um jovem de 23 anos foi assassinado em Balneário Camboriú nesta terça-feira (26). A Polícia Militar disse que Gustavo Ernest Martins levou vários golpes na cabeça com um pedaço de pau. O criminoso seria um homem que estava em saída temporária da prisão e que queria a pochete da vítima. O caso foi registrado como latrocínio — roubo seguido de morte.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Itajaí e região por WhatsApp

O homicídio só chegou ao conhecimento da polícia na tarde desta quarta (27), quando a família de Gustavo procurou a polícia. A apuração da PM indica que o crime ocorreu na Rua Brusque, no bairro Municípios. O Samu atendeu a vítima e a levou ao Hospital Ruth Cardoso. Um amigo contou ter ficado sabendo do ataque ao receber uma ligação de vídeo do jovem.

Na chamada, Gustavo supostamente aparecia no chão ferido. Ele teria conseguido contar que foi atacado por um homem usando gorro de Papai Noel. Mais tarde, o amigo teria ligado novamente à vítima, para saber como estava e foi quando a assistente social pediu que fosse com urgência ao hospital. Ao chegar à unidade, teria sido informado de que o jovem tinha sofrido traumatismo craniano e morrido.

A mãe de Gustavo, que mora em Londrina, no Paraná, veio a Balneário Camboriú e procurou a polícia. Com base em imagens de câmeras de segurança, a PM acredita que o assassino seja um homem que deixou a cadeia no dia 20 de dezembro para a saída temporária de uma semana. Ele não chegou a ser preso em flagrante pelo latrocínio, mas o caso segue agora para a Polícia Civil.

Continua depois da publicidade

Ainda conforme a PM, o suspeito retornou ao complexo prisional de Itajaí nesta quarta voluntariamente para continuar cumprindo a pena a que foi condenado anteriormente.

Imagem do suspeito do latrocínio (Foto: PM, Reprodução)

Leia mais

“Fábrica” imunda de churros em praia de SC escondia de sujeira a crime ambiental

VÍDEO: Turista reage a assalto em Balneário Camboriú e “corre” com bandidos

Destaques do NSC Total