nsc
dc

Aviação

Latam mantém suspensa operação no aeroporto de Jaguaruna até 1º de maio

Latam, Governo do Estado e RDL, que administra o local, se reúnem para buscar uma solução

16/04/2019 - 10h52 - Atualizada em: 16/04/2019 - 10h56

Compartilhe

Lariane
Por Lariane Cagnini
(Foto: )

Os voos da empresa aérea Latam, via Aeroporto Regional Humberto Bortoluzzi, de Jaguaruna, estão suspensos até o dia 1º de maio. A informação foi repassada pela companhia, que não quer operar no terminal o Serviço de Prevenção, Salvamento e Combate a Incêndio (SESCINC) não for retomado. Na tarde desta terça-feira, Latam, Governo do Estado e RDL, que administra o local, se reúnem para buscar uma solução para o impasse.

Com a medida, os voos estão cancelados e as vendas suspensas durante todo o mês de abril. Na reunião marcada para hoje, a RDL espera negociar para que os voos sejam retomadas o quanto antes. A empresa disse em nota que só retomará as operações quando contar com condições seguras de operação, com a atuação adequada da brigada de incêndio. A empresa reforçou que "a segurança é um valor imprescindível para a LATAM e todas as suas decisões visam garantir uma operação segura".

O diretor comercial da RDL André Costanzo explica que o Serviço não é obrigatório segundo a resolução 455 da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), pois o aeroporto movimenta menos de 200 mil passageiros ao ano. Em 2018, foram 135 mil pessoas, segundo levantamento da RDL. A Azul, outra empresa que opera em Jaguaruna, continua com os voos sem nenhuma alteração.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

Colunistas