Segundo a Organização Mundial da Saúde e outros institutos de pesquisa no tema, optar por produtos lácteos sem gordura ou com baixo teor de gordura é mais saudável devido ao seu menor conteúdo de gorduras saturadas, potencialmente reduzindo o risco de doenças cardíacas.

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do Hora no Google Notícias

Clique e participe do canal do Hora no WhatsApp

Porém, alguns estudos recentes sugerem que a recomendação de priorizar versões com baixo teor de gordura, estabelecida em 1980, pode não ser tão justificada, já que não há evidências claras de benefícios em comparação com os produtos derivados do leite integral.

Continua depois da publicidade

Afinal, produtos lácteos “zero” gordura são mais saudáveis?

*Fotos: Banco de imagens

O que as pesquisas sugerem

Em estudos que acompanharam a dieta e saúde de um grupo de pessoas ao longo de muitos anos, pesquisadores encontraram associações entre o consumo de laticínios e menores riscos de certas condições, como pressão alta, doenças cardiovasculares e diabetes tipo 2. Tais benefícios, muitas vezes estavam presentes independentemente de as pessoas escolherem iogurte, queijo ou leite com baixo teor de gordura ou integral. E embora os produtos lácteos integrais sejam mais calóricos, estudos descobriram que aqueles que os consomem este tipo de laticínio não têm mais probabilidade de ganhar peso.

Em um estudo publicado em 2018, por exemplo, os pesquisadores acompanharam 136.000 adultos de 21 países por nove anos. Eles descobriram que, durante o período do estudo, aqueles que consumiam duas ou mais porções de laticínios por dia, tinham 22% menos probabilidade de desenvolver doenças cardiovasculares e 17% menos probabilidade de morrer do que aqueles que não consumiam laticínios. Surpreendentemente, aqueles que consumiam níveis mais altos de gordura saturada dos laticínios não tinham mais probabilidade de desenvolver doenças cardíacas ou morrer.

Continua depois da publicidade

Por que as gorduras do leite podem fazer bem à saúde?

Segundo uma reportagem do New York Times, com o título “Are Low-Fat Dairy Products Really Healthier?” (Os produtos lácteos com baixo teor de gordura são realmente mais saudáveis?), entre os diversos tipos de gorduras saturadas encontradas em alimentos, os produtos lácteos contêm alguns “tipos” que parecem ser neutros ou até mesmo benéficos para a saúde, sendo associadas a menores riscos de diabetes tipo 2 e doenças coronárias.

A gordura do leite também é naturalmente embalada em uma estrutura única chamada membrana do glóbulo de gordura do leite, disse Marie-Caroline Michalski, diretora de pesquisa do Instituto Nacional Francês de Pesquisa Agrícola, Alimentar e do Meio Ambiente. Componentes dessa estrutura podem ajudar a ligar o colesterol no trato digestivo, potencialmente melhorando os níveis de colesterol sanguíneo.

É importante lembrar a importância de consultar um nutricionista antes de tomar decisões sobre a sua própria rotina alimentar.

Continua depois da publicidade

Leia mais

Nutricionista avalia bebida que “reduz” a gordura em apenas uma noite

Destaques do NSC Total