nsc

publicidade

Despedida

Lideranças de Joinville lamentam a morte de Marco Tebaldi

Morte de Marco Tebaldi aconteceu no início da noite de domingo (13)

13/10/2019 - 21h34 - Atualizada em: 14/10/2019 - 15h17

Compartilhe

Luan
Por Luan Martendal
Marco Tebaldi
Marco Tebaldi
(Foto: )

A morte de Marco Tebaldi na noite de domingo (13) marca a despedida de um homem que construiu sua carreira política em Joinville e, devido ao grau de importância, repercute de imediato entre personalidades, empresários e políticos da região. Confira algumas das manifestações em respeito ao ex-prefeito da cidade:

UDO DÖHLER, prefeito de Joinville

A vida é uma passagem e lamentamos muito essa perda. O legado que fica é o Marco Tebaldi ter assumido esse compromisso de cuidar da cidade. Hoje, as pessoas estão se afastando da vida pública, porque ela ficou bastante desgastada. O próprio Papa Francisco bem mencionou que a política apodreceu porque as pessoas não se dispõem mais a participar da vida pública. E essa foi uma contribuição, ela é penosa, mas deixa seus resultados positivos como o foi ao longo dessas três décadas do nosso ex-prefeito Marco Tebaldi.

RODRIGO BORNHOLDT, ex-vice prefeito de Joinville

No secretariado, entre 1997 e 98, e quando Luiz Henrique retomou a Prefeitura, em 2000, tivemos uma relação que não era tão próxima, mas que precisamos atuar juntos em alguns momentos. E na relação prefeito-vice, naturalmente, foram quatro anos. Era uma coligação, então não éramos do mesmo partido, o que torna mais difícil. É nessas horas que a gente vê a grandeza das pessoas. Tebaldi foi sempre uma pessoa que nos deu espaço, uma pessoa que sabia compor e era pragmático para trazer os recursos que Joinville precisava e conversava com todos. Isso era muito importante, coisa que hoje está faltando, inclusive na política nacional. Ele tinha essa característica fantástica que era a humildade. Quando ele não conhecia determinado assunto, ele deixava que os técnicos, quem era da área, conduzissem o assunto. Acho que essa era uma grandeza enorme que vai fazer falta para Joinville e para toda a nossa região. Estou muito triste com a morte dele.

KENNEDY NUNES, deputado estadual por Joinville

Eu e o Tebaldi sempre estivemos em pólos distintos na política, mas sempre o respeitei pela forma dele trabalhar. Ele era um animal político, era realizador, e quando colocava algo na cabeça ele ia em frente (um pouco dele mesmo e um pouco aprendeu com Luiz Henrique da Silveira, por terem perfil parecido). Quando a gente lê as obras que ele fez na gestão dele, percebe o quanto ele fez por Joinville. Foi um momento diferente, mas o que o Tebaldi tinha de maior é que ele era um fuçador na busca de recursos de fora para a cidade. Vejo nele uma essência de simplicidade e fica o legado de um dos grandes prefeitos da cidade

CLAUDIO ARAGÃO, presidente da Câmara de Joinville

Deixou sua marca na cidade pelas obras e Joinville está enlutada. No campo pessoal, foi meu amigo. Joinville perde um grande líder

JOÃO MARTINELLI, presidente da Acij.

O Tebaldi, por muitos anos se dedicou a Joinville e se destacou como vice-prefeito, prefeito, deputado federal e secretário. A cidade deve ao Tebaldi uma homenagem à altura dessa dedicação que ele teve com a cidade. É uma grande perda para Joinville.

MARIO CEZAR DE AGUIAR, presidente da Fiesc

O Marco teve uma contribuição importante para a cidade de Joinville e por isso a gente lamenta o falecimento dele. Tebaldi teve uma atuação importante na questão dos mangues, se destacou por isso. Foi vereador, prefeito e deputado federal. É uma perda lamentável e evidentemente deixa um legado importante para toda a cidade.

JOSÉ MANOEL RAMOS, presidente da CDL Joinville

Acho que o ex-prefeito Marco Tebaldi deixou marcas que serão lembradas por futuras gerações de joinvilenses. Cito exemplos como a Rua São Paulo e a Arena, mas há uma lista de obras que beneficiam a população e irão beneficiar outras pessoas no futuro. Foi um grande prefeito e deixou o seu legado.

CARLOS ROBERTO CAETANO, presidente do PSDB/Joinville

O Marco Tebaldi sentia na própria pele a necessidade da população. Hoje em dia os governos não têm sensibilidade social, montam toda a estrutura que tem para fortalecer outros setores e não têm aquele olhar pela pessoa que não tem casa; que mora na rua; que precisa de emprego. Então o que mais marcou dele foi a sensibilidade social. Em Joinville, ele montou núcleos nos bairros para pensar e discutir o governo e este é um diferencial e um legado que ainda permanece.

FERNANDO KRELLING, deputado estadual

É algo muito triste para a cidade de Joinville. Nosso vereador, prefeito, vice-prefeito, deputado federal, deixou um legado importantíssimo de prestação de trabalho. Principalmente aos mais necessitados, na periferia da cidade, e foi um grande gestor público. Fica aí as marcas das obras na cidade e o legado que ele deixou.

DARCI DE MATOS, deputado federal

[Foi] Um prefeito e um deputado trabalhador, voltado para a população carente, voltado para os bairros, um homem dedicado. Joinville e Santa Catarina perdem um grande amigo e um grande homem público no meu entendimento.

Leia Mais:

Marco Tebaldi era protagonista de um ciclo político que se encerra

Morre Marco Tebaldi, ex-prefeito de Joinville

Morte de Marco Tebaldi deixa PSDB-SC de luto

Deixe seu comentário:

publicidade