A passagem de um lixo espacial no céu durante a madrugada desta terça-feira (8) foi flagrada em Monte Castelo, no Norte catarinense. As imagens foram registradas por uma câmera de monitoramento do astrônomo amador Jocimar Justino. As informações são do g1 SC.

Continua depois da publicidade

​> ​​​Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp​

O astrônomo afirmou que profissionais da Rede Brasileira de Monitoramento de Meteoros (Bramon) fazem estudos para identificar o objeto que causou o fenômeno, porém o especialista acredita que o objeto possa ser a parte de um foguete. Segundo Justino, o lixo espacial, que passou por volta das 4h30 de terça, entra com frequência na atmosfera.

– O que é raro é a gente conseguir filmar, já que geralmente ocorre em áreas sem população, no oceano ou deserto – descreve.

Ainda conforme Justino, o lixo espacial chega a ficar em órbita às vezes por décadas ou centenas de anos. O astrônomo também esclareceu que este caso pode ser considerado um meteoro, já que esta palavra é usada para falar do fenômeno luminoso no céu.

Continua depois da publicidade

Em uma das câmeras, a impressão é de que o objeto está subindo, mas Justino esclareceu que se trata apenas do ângulo no qual a trajetória foi capturada.

– Na minha câmera, ele sumiu na região de Curitiba, possivelmente foi até o oceano – afirma.

Sob supervisão de Lucas Paraizo

Leia também:

Morte de shaper causa comoção no surfe catarinense

Feira e atividades de lazer na antiga prefeitura marcam 171 anos de Joinville; veja fotos

Joinville mantém posição de acompanhar Estado em regras para máscaras

Destaques do NSC Total